Notícias

Policial da ‘beijo da vida’ em serpente intoxicada por pesticida

Respiração boca a boca na serpente a fez voltar à vida

Um policial no estado de Madhya Pradesh, na India, foi alertado que uma cobra estava inconsciente depois de ser exposta a água contaminada com pesticidas, também conhecidos como veneno. O animal recebeu o ‘beijo da vida’ e pouco tempo depois se recuperou.

Moradores da região observaram uma serpente não venenosa em estado profundamente debilitada que entrou nas casas e se refugiou em um encanamento que havia recebido água com pesticidas. Os moradores então entraram em contato com o policial que também é socorrista de cobras autodidata.

“Ela estava inconsciente. A pegamos e logo tentamos reanimá-la enxaguando a boca com água”, contou Sharma. O policial e defensor da vida animal contou que o método não funcionou e que foi preciso partir para a respiração boca a boca..

“A serpente demorou quase uma hora para retomar a consciência e a soltamos de forma segura”, continuou.

Apesar do esforço do policial para reanimar a cobra, por ser um réptil esses animais não possuem pulmões e, por isso, as manobras de ressuscitação cardiopulmonar não têm efeito algum no animal.

Provavelmente o animal voltou a se movimentar depois de uma perda temporária de consciência.

“Diferentemente dos mamíferos, as serpentes não possuem pulmões que possam ser inflados com manobras como o boca a boca. Elas possuem vários sacos que a permitem respirar. Esses sacos estão no intestino e dependem dos músculos da cobra para movimentar o ar entre eles, portanto, não é possível usar a respiração boca a boca com serpentes”, detalha o site Everything Reptilion.

“Se você está tentando reanimar uma serpente que não respira, o melhor que você pode fazer é colocá-la em um recipiente com água morna e estimular seus músculos”, explica.

· · ·

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM