Notícias

“Não quero ser reconhecida como a filha que nasceu de barriga de aluguel”: Conversas tensas entre filhos de Gugu Liberato repercutem nas redes sociais

João, de 18, Marina e Sofia, de 19, herdeiros de Gugu tiveram conversa polêmica vazada

Gugu Liberato ao lado de esposa e filhos

Gugu Liberato faleceu em 2019 por ferimentos causados por um acidente doméstico, desde então há uma grande disputa na Justiça sobre a divisão da herança do apresentador. No meio disso há discordâncias entre irmãos e quem teria o direito de ser reconhecido parceiro de Gugu.

No seio da disputa pela herança estão Rose Miriam di Matteo, mãe dos três filhos do apresentador e Thiago Salvatico, chef de cozinha que acompanhou Gugu em viagens. Rose e Thiago querem ser reconhecidos como parceiros de Gugu e ter direito a parte do patrimônio avaliado em 1 bilhão de reais.

Rosa, a mãe dos filhos de Gugu, recebe apoio apenas das gêmeas, enquanto que João defende que a tia, Aparecida Liberato, siga sendo a gestora do dinheiro.

O portal Veja divulgou uma conversa entre os irmãos e seus advogados e o conteúdo revela o que motiva as filhas gêmeas de Gugu a apoiar a mãe.

“Eu não quero o meu nome no Brasil inteiro sendo reconhecida como a menina que nasceu de barriga de aluguel (que imagem ridícula)”, escreveu Marina.

veja

“Nossa mãe nunca vai aceitar não ser reconhecida como união estável, então não vai ter acordo sem o reconhecimento para ela”, continuou a jovem herdeira.

João, o filho mais velho de Gugu, revelou o que pensa: “O papai nunca quis ter um casamento, nunca quis morar junto com ninguém, mas ele queria filhos e ele teve a gente”.

Segundo João, entre as funções de Rose não estava ser companheira do apresentador. Entre os embates, Marina e Sofia demonstraram ter uma preocupação clara: impedir que outras pessoas entrem no processo pedindo reconhecimento de união estável.

“Você acha que a nossa mãe foi uma barriga de aluguel?”, pergunta Marina. O irmão mais velho responde: “Mas ela concordou em fazer isso, essa foi a vida que ela quis”.

“Nenhuma outra pessoa pode entrar no processo para tentar também tirar o nosso dinheiro… O gay lá tentou entrar no processo, outra pessoa também não ia entrar?”, questiona Marina fazendo referência a Thiago.

Na internet, vários usuários comentaram os trechos da conversa e a divergência dos filhos sobre o que apoiar:

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM