Notícias

‘Estranho’ tenta buscar criança na escola sem autorização dos pais

Segundo relato nas redes sociais, amigo da família apareceu na escola para buscar a criança

O cuidado com a segurança dos nossos filhos e netos é uma tarefa que às vezes parece interminável e, às vezes, acaba sendo necessário pedir a ajuda de pessoas próximas para ajudar. Porém, às vezes até essas pessoas podem ter segundas intenções assustadoras.

Durante a infância ainda estamos formando a percepção e compreensão do mundo e dos perigos da vida. É difícil para crianças distinguirem em quem devem confiar e criar laços, por isso é comum que não compreendam os motivos pelos quais os adultos alertem sobre a escolha das amizades.

Por que evitar que outras pessoas busquem suas crianças na escola

Deixar que outras pessoas busquem a filha na escola pode representar riscos à segurança. Em primeiro lugar, é importante garantir que a pessoa que está buscando a criança seja de extrema confiança. Caso contrário, a criança pode ser exposta a situações de risco, como sequestros ou abusos.

Imagen de referencia.

Outro perigo é que a pessoa que está buscando a criança não esteja preparada para lidar com situações de emergência, como uma doença repentina ou um acidente.

Além disso, ao permitir que outras pessoas busquem a filha na escola, você perde o controle sobre quem está entrando em contato direto com a criança. Pessoas mal intencionadas podem se aproveitar dessa situação para tentar persuadi-la a fazer algo que não deveria.

“Amigo” da família mente e tenta buscar criança na escola

Uma usuária nas redes sociais divulgou nessa semana sua experiência quando tinha apenas 6 anos e estava na escola esperando pelos pais para levá-la para casa.

Segundo o relato, o “amigo” chegou no horário que ela costumava sair da escola e disse para ela que o pai dela pediu que ele a buscasse. A usuária relatou que a escola pensou em liberar a saída da criança, mas que no fim decidiu não permitir e isso pode ter salvo a vida da jovem.

A usuária ainda contou a reação do pai quando ela contou que o “amigo” estava na escola para buscá-la: “Ele ficou sem chão”. Depois desse episódio, ela nunca mais viu o homem que mentiu para tentar ficar sozinho com ela.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM