Notícias

Mulher trans relata que precisou pagar “valor para homem” em bar do litoral de São Paulo

Milena Augusta, vítima da transfobia, contou mais sobre o caso nas redes sociais

O que era para ser uma noite de diversão acabou em um momento constrangedor para Milena Augusta, de 37 anos. A mulher, que é transexual, relatou em suas redes sociais que ao entrar em um bar em Santos, no litoral de São Paulo, os funcionários exigiram que ela pagasse o valor para homens (de 30 reais) e não o de mulheres (de 15 reais).

O caso aconteceu na última quarta-feira, dia 05/01, e Milena está no Brasil para visitar a família e os amigos, e formalizar a troca do gênero e nome, já que mora em Palermo, na Itália.

Milena foi até o Six Sports Bar com os amigos para se divertir e chegando na recepção, a funcionária olhou o documento de Milena e afirmou que ela deveria pagar o valor de R$ 30 reais ao ir embora. Milena questionou, já que é mulher, e a funcionária lhe disse “Você para mim é homem”. “Eu falei: ‘O que você está vendo, na sua frente?’. Ela respondeu: ‘Estou vendo uma mulher, mas seu documento é de homem, então, você é homem’”, afirmou Milena no Instagram, contando que o processo de redesignação sexual foi concluído há dois meses, quando foi até a Tailândia para realizá-lo.

Esse foi um momento especial para ela, que estava tão feliz e realizada, mas que parecia que sua intuição queria lhe dizer algo já que falava com os amigos da Itália que estava com medo de vir ao Brasil e acontecer algo, como foi o caso de transfobia.

Ela ainda destaca que a questão não é o valor e o quanto teria que pagar em si, mas sim, como se sentiu depois do acontecimento, mostrando que não poderia ficar calada ou isso aconteceria novamente.

O Six Sports Bar se pronunciou sobre o assunto, dizendo que depois do mal entendido, o gênero foi atribuído corretamente e o valor foi corrigido, dizendo que não fazem distinção entre os clientes de nenhum aspecto.

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM