Notícias

OMS orienta reduzir o consumo de álcool para diminuir a incidência de câncer de mama

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o consumo de álcool pode ter relação com o desenvolvimento de câncer de mama

A OMS alertou que, somente em 2020, foram computados dois milhões de novos casos de câncer de mama, dos quais 100.000 são atribuíveis ao consumo de álcool. Por isso, a organização emitiu um alerta sobre a importância da redução do consumo de bebidas alcoólicas.

A entidade, segundo a Forbes, também recomenda tornar o álcool menos acessível. Isso por ser feito, por exemplo, aumentando impostos e proibindo ou restringindo sua publicidade.

“Não existe um nível seguro de consumo de álcool. O risco de câncer de mama aumenta com cada unidade de álcool por dia. Mais de 10% dos casos de câncer atribuíveis ao álcool na região europeia da OMS têm origem na ingestão de apenas uma garrafa de cerveja (meio litro) ou dois copinhos de vinho (100 mililitros cada) por dia”, indicou à organização.

“Em termos de câncer de mama, é ainda mais, com 1 em cada 4 casos de câncer de mama relacionado ao álcool na região causado por esse número”, acrescentou a OMS.

+ NOTÍCIAS

Mãe afoga seus filhos gêmeos de 23 meses em uma banheira: “Por favor, me perdoe”

Mulher entrega bilhete para caixa do supermercado dizendo que teme o homem com quem está fazendo compras

Mulher indiana tem seu primeiro filho aos 70 anos

Polícia encontra o corpo de uma criança no porta-malas de um carro: a mãe o escondeu por meses

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM