logo
/ Reuters
Notícias 08/09/2021

Com decisão histórica, México descriminaliza o aborto

A Suprema Corte do México descriminalizou o aborto após decisão histórica

A Suprema Corte do México decidiu por unanimidade, na última terça-feira (7), descriminaliza o aborto após uma decisão judicial.

“A partir de agora não será possível processar nenhuma mulher que faça aborto nos casos considerados por este tribunal”, disse o presidente do tribunal, Arturo Zaldívar.

Ele ainda acrescentou que a decisão trata-se de “um nova via de liberdade, clareza, dignidade e respeito, e um grande passo em frente na sua luta histórica pela igualdade e pelo exercício dos seus direitos”.

+ NOTÍCIAS

A partir da decisão, a justiça do México abriu precedente para a interrupção voluntária da gravidez. Antes da decisão, a Cidade do México e em três outros estados permitiam o aborto durante as primeiras 12 semanas de gestação.

Segundo estimativa do Instituto Guttmacher, mais de 1 milhão de abortos são realizados anualmente no México de forma clandestinamente e em condições inseguras. Atualmente, na América do Sul, somente o Uruguai, Argentina, Cuba e Guiana permitem o aborto em qualquer circunstância no início da gravidez.  

LEIA TAMBÉM