logo
/ Reprodução
Notícias 19/05/2021

Cientistas descobrem possível ‘ponto fraco’ do novo coronavírus

A novidade pode ajudar a conter a disseminação da covid-19 ao redor do mundo; saiba mais

Por : Redação

Estamos há mais de um ano em uma pandemia e, até o momento, a vacina é a única alternativa que circula de forma autorizada e comprovada para controlar o avanço da covid-19.

É por isso que a busca por tratamentos alternativos continua. Agora, dois cientistas, um suíço e um irlandês, descobriram um ponto fraco na disseminação da doença.


Leia também

Se você está gostando deste conteúdo, é provável que também se interesse pela nossa publicação mais recente:


A nova ideia contra o coronavírus

O que eles propõem é seguir uma linha não convencional. Como eles apontaram para a revista Science (em inglês), o ataque ao novo coronavírus deve ser visto de uma nova forma: a partir da multiplicação no hospedeiro.

Assim como o HIV, esse vírus requer uma mudança na leitura do código genético do RNA. Os vírus dependem de células hospedeiras saudáveis ​​para se espalharem, e é por isso que a abordagem inovadora dos cientistas irlandeses busca “atingir as vias das células hospedeiras que são essenciais para a replicação do vírus, como a síntese de proteínas”.

Agora, resta à indústria farmacêutica testar essa descoberta e verificar se ela pode ser aplicada na realidade.


Leia também


Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias: