logo
Notícias 12/05/2021

Cidade da Espanha autoriza licença de 8 horas para trabalhadoras com dores menstruais

Nesse período, as mulheres não serão obrigadas a cumprir os seus horários se sentirem desconforto

Por : Redação

Ter cólicas menstruais será razão suficiente para pedir uma licença de trabalho de oito horas em Girona, cidade da Espanha. Nesse período, as mulheres não serão obrigadas a cumprir os seus horários se sentirem desconforto, embora tenham que compensar a licença em até três meses.

De acordo com o jornal La Vanguardia (em espanhol), a medida foi promovida pelo sindicato majoritário e espera-se que entre em vigor em junho.


Leia também

Se você está gostando deste conteúdo, é provável que também se interesse pela nossa publicação mais recente:


Licença por dores menstruais

Segundo a vereadora María Ángels Planas, “a medida busca conciliar o direito à saúde com o bem-estar e o direito ao trabalho”. Ela também comemorou o fato de a cidade ser pioneira na decisão em todo o país.

Já para a secretária de feminismo Zaida Vidal, este é “o primeiro passo” para outras organizações, públicas ou privadas, modificarem as licenças de acordo com as necessidades das trabalhadoras.

Também é esperado que eles possam ser estendidos para outros períodos, como a menopausa.


Leia também


Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias: