logo
Notícias 04/05/2021

Mulher desaparecida na floresta há cinco meses é encontrada viva; ‘Tiramos o chapéu para ela como uma sobrevivente’

Ela bebeu água de um riacho próximo e se alimentou de grama e musgo para sobreviver.

Uma mulher do condado de Utah, nos Estados Unidos, foi encontrada viva após passar cinco meses desaparecida. Ela vivia em uma barraca próxima as áreas de floresta do Dry Canyon Trailhead em Diamond Fork Canyon.

“Tiramos o chapéu para ela como uma sobrevivente. Seja o que for que esteja acontecendo em sua vida, sua capacidade de sobreviver em circunstâncias sem dúvida difíceis é notável “, disse o Sargento Cannon, cuja equipe foi responsável por encontrá-la.

A mulher de 47 anos que não teve a identidade revelada foi encontrada na tarde do último domingo (2) graças a um drone que sobrevoou a área e acabou caindo. A área já havia sido monitorada por equipes de resgate e aeronaves nos últimos meses, mas as missões não tiveram sucesso.

“Eles voaram o drone e, aparentemente, em uma de suas primeiras passagens, o drone caiu. Então eles foram procurar o drone que havia caído e, ao fazer isso, encontraram um pequeno acampamento onde havia uma barraca”, informaram.

O veículo da desaparecida havia sido encontrado no estacionamento pelo serviço florestal em 25 de novembro de 2020.

“Não tínhamos razão imediata para acreditar que ela estava em perigo; apenas não sabíamos qual era a situação dela. Tudo o que tínhamos era o carro dela aqui neste estacionamento, alguns de seus itens pessoais”, revelaram.

Em entrevista à FOX 13, as autoridades informaram que ninguém próximo à mulher sabia dos seus planos. Ela foi encontrada em condições físicas debilitadas e informou que neste tempo racionou um pouco da comida que havia sobrado, bebeu água de um riacho próximo e usou grama e musgo para se alimentar.

“Tenho que ser honesto, esperávamos que não encontraríamos ninguém relacionado a isso vivo aqui, dado o tempo que passou… Em situações como essa, muitas vezes encontramos alguém falecido. Ficamos bastante aliviados e felizes por ela ainda estar viva”, anunciaram.

Ela foi encaminhada para um hospital, mas sua condição não é conhecida e inicialmente acreditam que ela sofre de algum tipo de transtorno mental.

O local em que ela foi encontrada é uma área rochosa, onde as pessoas fazem escalada no gelo no inverno. A vida selvagem é abundante, lar de animais perigosos como as cobras cascáveis.

Mãe gravava menina brincando e registrou o encontro perigoso com tubarão.