logo
/ Crédito: ABC7
Notícias 19/02/2021

Casal negro tem sua casa avaliada 50% a mais quando uma amiga branca se passou por proprietária

Por : Da redação

Paul e Tenisha Tate Austin, um casal negro, tinham sua casa em Marin City, Califórnia, que foi avaliada em $ 989.000 (R$ 535.1281,20) após cinco anos de compra e com reformas significativas.

O valore representava apenas 10% após a reforma. Paul se convenceu que o valor estava baixo e que isso poderia ser motivo por questão racial. “Eu li a avaliação, olhei para o número e fiquei tipo,’ Isso é inacreditável’”, afirmou Tenisha.

O casal então decidiu pedir para uma amiga, que é branca, se passar por proprietária e fazer uma nova avalição.

“Tivemos uma conversa com um de nossos amigos brancos, e ela disse: sem problemas. Eu serei Tenisha. Vou trazer algumas fotos da minha família”, relatou Paul à ABC7.

Após a nova avaliação, outros $ 500.000 foram adicionados ao valor de sua casa. “Existem implicações em nossa capacidade de criar riqueza geracional ou passar adiante se nossas casas forem avaliadas por 50% menos”, afirmou Tenisha.

“Sabemos que a discriminação está em quase todos os aspectos do processo de compra de uma casa”, disse Jessica Lautz, vice-presidente de demografia e comportamento da Associação Nacional de Corretores de Imóveis.

LEIA TAMBÉM