logo
/ Crédito: NBC News
Notícias 13/02/2021

Mulher deu à luz em coma devido a Covid-19 e conhece seu bebê meses depois

Por : Da redação

Kelsey Townsend, 32, estava grávida de nove meses e muito feliz pela chegada do seu bebê. No entanto, tudo acabou mudando quando ela infectada pelo Covid-19 em outubro passado dos Estados Unidos.

A mulher teve que ser rapidamente hospitalizada e a situação piorou tanto que ela teve que ser colocada em coma induzido. Foi assim que ela deu à luz Lucy. O teste do recém-nascido deu negativo para Covid-19 e foi para casa com o resto da família.

No entanto, a jovem mãe ficou meses em coma com um ventilador e uma máquina de ECMO (oxigenação extracorpórea, às vezes chamada de pulmão artificial).

“Não havia certeza de que ela estava indo para casa. Houve várias vezes quando recebi ligações dos médicos me dizendo que eles não achavam que ela iria sobreviver naquela noite … foi uma gangorra emocional”, disse Derek Townsend.

A melhora repentina 

Kelsey ainda teve uma piora e foi colocada na lista para transplante pulmonar, mas milagrosamente começou a melhora. Em meados de janeiro foi possível retirá-la da unidade de terapia intensiva para extubá-la do ventilador e da máquina de ECMO.

De acordo com a rede Telemundo, Daniel P. McCarthy, cirurgião cardiotorácico da UW Health, diretor do programa de ECMO e que monitorou Townsend, disse que ainda não sabem como foi possível que os pulmões da mulher se recuperassem assim após serem afetados pelos vírus por meses.

“Não entendemos totalmente por que algumas pessoas se recuperam e outras não, ou o que faz os pulmões começarem a se recuperar e curar de uma maneira que é possível fazer tanto progresso”, disse McCarthy.

LEIA TAMBÉM