Pernambucanas oferece curso gratuito e online de combate à violência doméstica contra a mulher

Siga

Nova Mulher
Crédito: Pexels

A Pernambucanas disponibilizou ao público em geral o curso “Conscientização e combate à violência doméstica contra a mulher”, por meio da Universidade Corporativa Digital Pernambucanas – plataforma educacional de Educação a Distância (EaD) da companhia.

Além de investir na capacitação das equipes, o objetivo é falar sobre a necessidade da conscientização e combate à violência contra a mulher, ensinando a identificar situações de violência psicológica e física, como agir diante delas e os canais de atendimento exclusivos que podem ser acionados para apoio diante das ocorrências. Até o momento, mais de 13 mil colaboradores da Pernambucanas realizaram o treinamento.

O curso é gratuito e dividido em cinco capítulos: Introdução; O Ciclo da Violência; Os 5 Tipos de Violência; como identificar os tipos de violência; e Como agir em caso de violência. O treinamento tem duração de aproximadamente 1 hora e, ao final, o participante ganha um certificado em seu nome.

Você também pode se interessar por:

“Há 112 anos, somos reconhecidos pela qualidade no atendimento e a proximidade que temos com as famílias brasileiras. Esse curso é uma das iniciativas que reforça nosso comprometimento na luta por uma sociedade, na qual todas as mulheres tenham oportunidades iguais. Estamos felizes em poder ampliar o mesmo conhecimento que oferecemos às nossas equipes para o público em geral, contribuindo com a conscientização e mostrando que existem vários jeitos de colaborar com essa causa e que com pequenas atitudes cotidianas nós conseguimos avançar nas transformações necessárias”, conta Silvia, Vice-Presidente de Gente e Gestão, CFO e Inovação da Pernambucanas.

 

LEIA TAMBÉM

Há uma mensagem no fato das mulheres parlamentares brasileiras estarem sofrendo discriminação

Há uma mensagem no fato das mulheres parlamentares brasileiras estarem sofrendo discriminação

As mulheres parlamentares brasileiras estão em risco e algo precisa ser feito! #Nenhumaamenos