logo
/ Crédito: Halo Collective
Notícias 09/12/2020

Ativistas lançam “código de cabelos negros” para prevenir discriminação no trabalho

O Halo Collective, grupo de ativistas do Reino Unido, lançaram o primeiro “código de cabelos negros” (Halo Collective) para prevenir discriminação em locais de trabalho e escolas contra pessoas pretas. A Dove é o primeiro empregador a adotar o código.

“Para muitos funcionários negros, lutar contra os códigos de vestimenta no local de trabalho – oficiais ou não oficiais – faz parte da vida cotidiana. Somos forçados a escolher entre nossa carreira, de um lado, e nossa identidade cultural e saúde capilar, do outro”, explicam os ativistas.

Eles também explicam que “ao adotar o Código Halo, os empregadores estão tomando uma posição proativa para garantir que nenhum membro de sua comunidade enfrente barreiras ou julgamentos por causa de seu cabelo com textura afro”.

Você também pode se interessar por:

Leia o Código Halo para locais de trabalho

“Nosso local de trabalho defende o direito da equipe de adotar todos os estilos de cabelo afro. Reconhecemos que o cabelo com textura afro é uma parte importante da identidade racial, étnica, cultural e religiosa de nossos funcionários negros e exige um estilo específico para a saúde e manutenção do cabelo.

Celebramos o cabelo de textura afro usado em todos os estilos, incluindo, mas não se limitando a, afros, locs, torções, tranças, trancinhas, desbotamentos, cabelo alisado por meio da aplicação de calor ou produtos químicos, trama, perucas, lenços de cabeça e bandagens.

Neste local de trabalho, reconhecemos e celebramos a identidade de nossos colegas. Somos uma comunidade construída sobre uma ética de igualdade e respeito, onde a textura e o estilo do cabelo não influenciam a capacidade de sucesso dos funcionários”.

Compartilhe nossas matérias em suas redes sociais ou com seus amigos no WhatsApp. A Nova Mulher é um site totalmente gratuito e você pode nos ajudar a continuar fazendo nosso trabalho compartilhando nossas matérias.

LEIA TAMBÉM