Ana Paula Araújo fala sobre estupro em seu livro: “sociedade costuma privilegiar palavra do homem e duvidar da mulher”

A jornalista da Globo acaba de lançar o livro 'Abuso – A Cultura do Estupro no Brasil'

Crédito: TV Globo

Ana Paula Araújo, apresentadora do Bom Dia Brasil, lançou no início de outubro o livro 'Abuso – A Cultura do Estupro no Brasil' que revela histórias terríveis que aconteceram em nosso país.

Em entrevista ao Catraca Livre, a jornalista afirmou que a situação de abuso no Brasil é mais comum que do imaginamos e que “a sociedade costuma privilegiar a palavra do homem e colocar a da mulher em dúvida”.

Você também pode se interessar por:

De acordo com a jornalista, o livro foi desenvolvido por meio de uma pesquisa de quatro anos. Ela identificou que a maioria dos estupros não são cometidos por maníacos que atacam em, por exemplo, parques ou ruas, mas são pessoas comuns, como amigos, vizinhos e companheiros.

“É importante desmistificar a ideia de que o estuprador só age em ruas desertas, tarde da noite, contra mulheres descuidadas. Os casos acontecem a qualquer horário, o estuprador em geral conhece a vítima e não há nenhum comportamento da vítima que estimule ou impeça um estupro. É absurdo pensar que mulheres com roupas decotadas façam alguém se tornar um estuprador.”, comenta a jornalista em entrevista o Catraca Livre.

LEIA TAMBÉM

Projeto pagará para professoras e facilitadoras ministrarem cursos para mulheres

Projeto pagará para professoras e facilitadoras ministrarem cursos para mulheres

O projeto “Mulheres Hipercriativas" está com inscrições até dia 30 de outubro, saiba como participar e ministrar cursos para mulheres.