Notícias

Após denunciar estupro, blogueira Mari Ferrer tem conta no Instagram bloqueada; ‘Silenciam a única voz que tenho para lutar por justiça ‘

A blogueira Mari Ferrer, que denunciou um estupro ocorrido no Cafe de La Musique em 2018, usou o Twitter para informar que seu perfil foi removido no Instagram após o suspeito do crime entrar na Justiça.

“ISSO É INACEITÁVEL. Instagram não basta ser vítima de violência contra mulher, o homem que foi indiciado e denunciado pelas autoridades por estupro de vulnerável entrou na justiça para remover minha conta do Instagram e silenciar a única voz que tenho para lutar por justiça”, desabafou, recebendo o apoio das pessoas.

Em dezembro de 2018, a blogueira trabalhava como embaixadora de uma festa no clube de alto padrão que fica da cidade Florianópolis, quando foi violentada.

“Não é nada fácil ter que vir aqui relatar isso. Minha virgindade foi roubada de mim junto com meus sonhos. Fui dopada e estuprada por um estranho em um beach club dito seguro e bem conceituado da cidade”, relatou em 2018.

O empresário paulistano André de Camargo Aranha, de 43 anos, foi indiciado pela Polícia Civil em 2019 por estupro de vulnerável e o processo segue em andamento.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM