Certificação digital autoriza viagem de animais domésticos à Argentina

Fábio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

A partir desta segunda-feira (10) está permitida a certificação digital de cães e gatos para viagens com destino à Argentina. Até então, o Certificado Veterinário Internacional (CVI) online só podia ser expedido para animais de estimação com destino aos Estados Unidos. O documento é emitido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), por meio do Sistema de Vigilância Internacional (Vigiagro)

De acordo com o Mapa, 2.531 CVIs eletrônicos foram emitidos em 2020 para a saída do Brasil de animais de estimação e ingresso nos EUA.

O documento é assinado eletronicamente, devendo ser impresso e estar em mãos do tutor para embarque do animal. O sistema de emissão do CVI eletrônico funciona 24 horas por dia, sete dias por semana, independentemente de feriados e fins de semana. E o prazo para emissão do certificado é de 72 horas corridas, se a documentação anexada e o preenchimento do formulário de solicitação estiverem corretos, informa a pasta.

“O CVI eletrônico terá validade de 60 dias para ingresso na Argentina a partir da data de emissão. Para animais vacinados com menos de 90 dias, o CVI (sem comprovação de vacina antirrábica) tem validade para ingresso na Argentina e retorno ao Brasil somente até o animal completar 90 dias de vida. Após esta data, deverá ser aplicada a vacina antirrábica e aguardar período de 21 dias pós-vacina para solicitar novo CVI para ingressar em território argentino ou voltar ao Brasil”, acrescenta.

Com a autorização concedida a partir de hoje, o CVI online poderá ser apresentado para desembarque nos aeroportos argentinos internacionais Ministro Pistarini Ezeiza, em Buenos Aires; Ambrosio Taravella (também conhecido como Pajas Blancas), em Córdoba; Rosário/Islas Malvinas, em Santa Fé; El Palomar, em San Fernando; e no posto de fronteira terrestre de São Tomé.

Segundo o Mapa, em breve o Aeroparque Metropolitano Jorge Newbery, localizado em Buenos Aires, também integrará a lista. “Para ingresso em pontos não listados acima, o interessado deve ir à uma Unidade Vigiagro, de preferência perto da fronteira, para ter a autenticidade conferida e o CVI eletrônico chancelado por servidor do Mapa”, informou o ministério.