Garçonete vira heroína ao expulsar executivo racista e ganha US$ 82 mil de gorjeta

Reprodução

Uma garçonete de um restaurante da Califórnia se transformou em uma heroína do dia para a noite após confrontar um alto executivo que estava ofendendo clientes com ameaças racistas.

Tudo começou quando o empresário Michael Lofthouse, 37, de uma empresa de tecnologia do Vale do Silício, passou a gritar com uma família asiática que celebrava um aniversário no restaurante Lucia, em Carmel Valley, no último dia 4 de julho.  Entre outros xingamentos, ele berrava à família: “Trump vai te f**er”.

Um vídeo gravado por um cliente mostra o momento em que a garçonete Gennica Cochran enfrentou o executivo e o expulso do restaurante. “Fora daqui, você não pode falar assim com meus convidados, precisa sair agora”, disse. Lofthouse respondeu mostrando o dedo do meio à garçonete a ao cliente que filmava a cena, antes de levantar e sair.

A atitude de Gennica fez com que pessoas do mundo todo doassem gorjetas para ela através do GoFundMe, em uma página que foi criada com o título: “Uma grande gorjeta para uma heroína de todo dia”. Até quinta-feira, a página já havia acumulado US$ 82 mil (cerca de R$ 436 mil).

Com informações do Daily Mail.