logo
Saúde e Bem-estar 23/05/2021

Você não pode dormir? Leve esse problema a sério e coloque estas dicas em prática

Muita gente subestima as horas de sono necessárias para uma boa noite de descanso

Por : Redação

Muita gente subestima as horas de sono necessárias para uma boa noite de descanso. Tanto que, se dormimos mal, os efeitos negativos são sentidos a curto prazo. Por isso, é importante saber sobre os problemas associados ao mau descanso. Leia:


Leia também

Se você está gostando deste conteúdo, é provável que também se interesse pela nossa publicação mais recente:


O que nos impede de dormir?

Em entrevista ao jornal El Universo (em espanhol), o psicólogo Alfonso Terán lembra o cenário no qual a humanidade vive atualmente: a pandemia causada pelo coronavírus.

Ele afirma que o distúrbio do sono tem origem em fatores biológicos, psicológicos e emocionais. A incerteza e o confinamento gerados pela covid-19 trouxeram ansiedade, estresse e alterações nas rotinas — o que, por sua vez, gera distúrbios do sono.

Terán explica que a insônia é a alteração mais comum dessa condição, que nada mais é do que a dificuldade de conseguir um sono reparador.

Dicas para ter uma boa noite de sono

Estabeleça um horário

Reserve um tempo determinado para acordar e dormir à noite. O cérebro se acostuma com as noites sem dormir e começa a descansar nas altas horas, o que é prejudicial ao organismo.

Nos finais de semana, não durma tarde, pois isso causa problemas nos ritmos biológicos.

Durma no escuro

A luz não vai deixar você atingir aquele sono profundo. Experimente um quarto escuro, sem aquelas luzes irritantes que os dispositivos eletrônicos trazem. Pendure cortinas escuras ou grossas para bloquear a luz.

Pratique exercícios com mais frequência

Ao fazer alguma atividade física, o cortisol (neurotransmissor que é secretado quando há estresse ou ansiedade) diminui — daí a sensação de sono.

Reduza a ingestão de álcool e cafeína

Tente beber café pela manhã e evite-o à tarde e, claro, à noite. Embora algumas pessoas garantam que podem adormecer mesmo tomando café à noite, o especialista afirma que “esse sono não será profundo enquanto houver cafeína circulando pelo cérebro”.


⚠️ Atenção: este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.


Leia também


Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias: