logo
Saúde e Bem-estar 15/05/2021

Você está sempre com fome? Pode ser um problema com seus níveis de açúcar; saiba mais

Por : Redação

De acordo com o portal Daily Mail, estudos recentes identificaram a relação entre sentir fome depois de comer e uma queda significativa nos níveis de açúcar no sangue.

Pesquisadores do Colégio do Rei de Londres, uma universidade pública da Inglaterra, analisaram marcadores de saúde de 1.070 pessoas e encontraram respostas interessantes na luta contra a perda de peso.

Segundo os cientistas, os indivíduos que experimentaram uma queda perceptível nos níveis de açúcar também tiveram um aumento de 9% na sensação de fome.


Leia também

Se você está gostando deste conteúdo, é provável que também se interesse pela nossa publicação mais recente:


Queda de açúcar e fome

A equipe aplicou 8 mil refeições predefinidas e 70 mil variadas, utilizando monitores contínuos de glicose, além de tecnologia para acompanhar as atividades diurnas e o nível de sono.

Os voluntários que participaram do estudo e que tiveram quedas significativas no açúcar no sangue também registraram uma ingestão adicional de 75 calorias em quatro horas após tomarem o café da manhã. Além disso, eles ingeriram 312 calorias a mais pelo resto do dia.

Dieta personalizada

O principal autor do estudo, Patrick Wyatt, disse que um caminho foi aberto para orientação nutricional personalizada para aqueles que procuram controlar a sua fome.

Os especialistas recomendam que, diante da condição de quedas abruptas do açúcar, é importante adaptar a sua dieta e consumir alimentos que reduzam ao máximo esses eventos.

Eles sugerem comer hidratos de absorção lenta, como legumes e grãos inteiros.


⚠️ Atenção: este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.


Leia também


Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias: