logo
Saúde e Bem-estar 17/07/2021

O superalimento que ajuda a tratar infecções urinárias

Ele é conhecido como um superalimento pelos seus benefícios à saúde, desde a prevenção do câncer ao fortalecimento do sistema imunológico; saiba mais

Por : Redação

O cranberry — também conhecido como airela, arando e oxicoco — é vendido seco, mas também pode ser usado em sucos, marmeladas e suplementos alimentares.

Segundo o portal Meganoticias (em espanhol), ele é conhecido como um superalimento pelos seus benefícios à saúde, desde a prevenção do câncer ao fortalecimento do sistema imunológico. Saiba mais:

Úlceras e câncer de estômago

Graças ao composto de proantocianidina tipo A, o cranberry ajuda a evitar que a bactéria do tipo Helicobacter pylori se aloje no revestimento do estômago. Na verdade, de acordo com um estudo realizado em 189 adultos, sugere-se que consumir meio litro de suco dessa fruta reduz significativamente o risco.


Leia também

Se você está gostando deste conteúdo, é provável que também se interesse pela nossa publicação mais recente:


Infecções urinárias

Esse tipo de infecção bacteriana, comum em mulheres, é causada principalmente por culturas de Escherichia coli que aderem ao interior do trato urinário. O cranberry pode prevenir esta doença graças às proantocianidinas do tipo A, que têm o mesmo efeito sobre estas bactérias e que as tornam um excelente tratamento preventivo.

Doenças cardiovasculares

De acordo com evidências científicas, os polifenóis dos cranberries reduzem os riscos de doenças cardiovasculares. Além disso, teriam um efeito positivo no controle do índice de massa corporal, além de melhorar os níveis de “colesterol bom” na corrente sanguínea.


⚠️ Atenção: este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.


Leia também


Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias: