logo
Saúde e Bem-estar 30/05/2021

Não procure apenas caroços: os outros sintomas do câncer de mama

Segundo especialistas, o diagnóstico é mais frequente em quem tem mais de 40 anos — mas também pode ser observado em jovens

Por : Redação

O câncer de mama é um dos mais comuns em mulheres. De acordo com os especialistas, o diagnóstico é mais frequente em quem está acima dos 40 anos — mas também pode ser observado em jovens.

Segundo estudos, quem está exposto a estrogênios, como anticoncepcionais, entre outros fatores, tem maior risco de ser diagnosticada com câncer de mama.

Para evitar seu avanço, o mundo tem feito inúmeras campanhas que buscam conscientizar sobre a abrangência e prevenção, e a maioria com foco no autoexame e palpação das mamas.


Leia também

Se você está gostando deste conteúdo, é provável que também se interesse pela nossa publicação mais recente:


A aparência da mama

Cada mama é diferente, então não existe uma imagem ideal. Muitos vêm com caroços ou manchas benignas e podem ser confundidos com tumores.

Por isso é tão importante conhecer e explorar o seu corpo, para saber o que é normal para você.

Os sintomas

Embora o mais conhecido seja o aparecimento de caroços irregulares  e indolores, ele não é o único. Em outros casos, as mulheres podem sentir um ou mais destes sintomas:

Mudança de tamanho

A espessura ou o inchaço podem aumentar em certas áreas da mama. Além disso, podem surgir reentrâncias ou orifícios visíveis na superfície. O inchaço pode causar dor e sensação de calor nos seios.

Mudança na pele

A pele das mamas pode sofrer várias alterações. Um deles é o que se conhece como “casca de laranja”, ou um alargamento visível dos poros. Além disso, pode ficar vermelho, aparece uma rugosidade que não existia antes, descama a pele e surgem novas dobras.

Mudança no mamilo

Os mamilos, como o resto da pele, podem ser escamados ou cobertos com casca de laranja. Os especialistas dizem que você deve estar atento a outras secreções além de leite (até mesmo sangue). Outro sinal é o afundamento do mamilo e dores na região.


⚠️ Atenção: este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.


Leia também


Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias: