logo
Saúde e Bem-estar 07/06/2021

Manchas na pele: que tipos existem e como combatê-las

As manchas na pele podem ser causadas por diversos fatores: sol, idade, dermatite etc.

Por : Redação

As manchas na pele podem ser causadas por diversos fatores: sol, idade, dermatite etc. Por isso, vamos falar sobre algumas delas:


Leia também

Se você está gostando deste conteúdo, é provável que também se interesse pela mais recente publicação da NOVA MULHER:


Manchas escuras no rosto

A melasma é uma mancha escura que aparece no rosto, próximo à testa e às bochechas, sendo muito comum na gravidez ou na menopausa devido a alterações hormonais. Eles pioram quando a pessoa fica muito tempo no sol.

Para removê-los, aplique diariamente filtro solar com fator de proteção máximo e evite a exposição prolongada ao sol, bem como fontes de calor.

Além disso, pode-se colocar um creme ou pomada para clarear a pele. Existem também tratamentos de cremes especializados e com ácidos.

Manchas solares

As manchas solares ocorrem com mais frequência em pessoas que ficam muito tempo no sol sem usar protetor solar.

As partes do corpo mais afetadas são as mãos, os braços, o rosto e o pescoço e, embora sua aparência seja mais comum após os 40 anos, também pode aparecer em pessoas mais jovens.

Podem ser eliminadas com uma esfoliação de duas em duas semanas.

Quando houver um número maior de manchas, é recomendável ir ao dermatologista para indicar os produtos mais adequados.

Isso é importante porque, quando a pessoa tem muitas manchas desse tipo, a pessoa corre maior risco de desenvolver câncer de pele e o médico.

Existem também tratamentos a laser.

Manchas de dermatite

São manchas vermelhas que podem ser causadas por uma alergia e podem causar manchas marrons na pele que coçam. Também podem aparecer após a ingestão de alimentos ou a aplicação de cremes aos quais você é alérgica. Portanto, consulte seu dermatologista.

Manchas de acne

É mais comum em adolescentes, que tentam remover as espinhas e a cicatriz permanece.

Um bom tratamento para unificar o tom da pele é passar óleo de rosa mosqueta duas a três vezes ao dia na cicatriz, evitando a exposição ao sol.

Além disso, também é importante manter a oleosidade da pele controlada com tratamentos anti-acne.


⚠️ Atenção: este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar um tratamento.


Leia também


Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de jornalistas e redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias: