logo
/ Unsplash
Saúde e Bem-estar 27/05/2021

Limão reduz a pressão arterial? Especialistas confirmam seu efeito nos vasos sanguíneos

Sozinho ou acompanhado, o limão reduz a rigidez dos vasos sanguíneos

Por : Redação

O limão tem sido relacionado ao combate à hipertensão, principal fator de risco para doenças cardiovasculares, segundo a Organização Pan-Americana da Saúde. De acordo com a mesma instituição, mais de 30% da população adulta mundial sofre dessa condição, e metade dos que sofrem não sabem o que têm.


Leia também

Se você está gostando deste conteúdo, é provável que também se interesse pela nossa publicação mais recente:


Limão contra pressão alta

Surpreendentemente, o limão (sozinho ou acompanhado de outro alimento) é recomendado por especialistas, que garantem que o seu efeito favorece a eliminação da rigidez dos vasos sanguíneos.

A Fundação Espanhola do Coração (em espanhol) destaca que a fruta é “antioxidante e purificante”. Além disso, o limão contém vitamina B, que é capaz de reduzir os problemas de insuficiência cardíaca, doenças cardíacas crônicas e degenerativas.

Já a sua casca funciona como um diurético. Ambos os alimentos reduzem a inflamação causada pela retenção de líquidos no corpo, o que também beneficia a pressão arterial.

Estudos científicos

O limão sempre foi estudado pelos seus benefícios, e há cinco anos a Universidade de Concepción (em espanhol), no Chile, verificou a tese de que o limão reduz a pressão arterial.

Uma pesquisa foi aplicada a 506 pacientes hipertensos, e um estudo piloto foi realizado com cinco pessoas para avaliar o efeito do suco de limão no aumento da pressão arterial.

A pesquisa mostrou que 95,2% dos que compuseram a amostra, uma vez usaram suco de limão diante de um episódio de hipertensão, melhoraram em meia hora.


⚠️ Atenção: este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.


Leia também


Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias: