Saúde e Bem-estar

Cientistas afirmam que beber água NÃO ajuda a curar ressaca; descubra por quê

Depois de uma noite de bebedeira, a ressaca… E, ao contrário do que todos acreditam, especialistas afirmam que não é o álcool que causa desidratação

Depois de uma noite de bebedeira, a ressaca… E, ao contrário do que todos acreditam, especialistas afirmam que não é o álcool que causa desidratação.

Estudo afirma que a bebida alcoólica não faz o corpo perder água

De acordo com o portal Meganoticias (em espanhol), o consumo de álcool não causa desidratação, pois o corpo não perde uma quantidade excessiva de água.

Portanto, segundo estudo (em alemão) da Universidade Johannes Gutenberg de Mainz, na Alemanha, beber água não vai acabar com as suas ressacas.

Segundo o biólogo molecular Patrick Schmitt, as bebidas alcóolicas também proporcionam hidratação, pois são… bebidas.

Como melhorar os sintomas da ressaca

Embora beber água não seja a solução para superar o desconforto, existem outras recomendações de especialistas.

A principal delas é evitar comer antes de beber, não tomar em excesso e dormir o suficiente.

Porém, ao beber muito, sugere-se comer alimentos ricos em antioxidantes. E, se necessário, apelar para medicamentos para reduzir os sintomas.


Leia também

  1. 2 filmes da Netflix que demonstram o perigo de um relacionamento tóxico
  2. Manchas na pele: acabe com o problema com esta máscara caseira de limão e óleo de coco
  3. ‘Virgin River’: Netflix renova série de sucesso; programa terá 4ª e 5ª temporadas

Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias:

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM