logo
Saúde e Bem-estar 16/05/2021

Branco ou colorido: como escolher o melhor ovo para sua dieta

Quando você está no supermercado, como escolhe os ovos? Para muitos, os coloridos parecem ser do campo, enquanto os brancos parecem “falsos”

Por : Redação

Quando você está no supermercado, como escolhe os ovos? Para muitos, os coloridos parecem ser do campo — e, portanto, têm um conteúdo nutricional melhor —, enquanto os brancos parecem “falsos”.

Mas qual é a real diferença entre os ovos? Existe um melhor do que o outro?

A cor

A cor da casca do ovo muda dependendo da raça da galinha, e não da dieta do animal. As galinhas vermelhas põem ovos coloridos e as brancas, ovos brancos.

A cor é determinada no processo de formação, quando a galinha libera o pigmento chamado ovo porfirina. A concentração do pigmento determina o tom: com mais pigmento, a casca fica marrom.


Leia também

Se você está gostando deste conteúdo, é provável que também se interesse pela nossa publicação mais recente:


A nutrição

Mas, independentemente da raça da galinha ou da cor do ovo, a contribuição nutricional de um ovo não muda devido a um desses fatores.

A cor da gema também não é um indicador nutricional, pois é determinada pelos carotenoides e pode ser facilmente melhorada se mais carotenoides forem incluídos na dieta do animal.

De acordo com o portal especializado The Incredible Egg, o único fator que pode melhorar o valor nutricional de um ovo é a dieta da galinha. Os resultados disso são conhecidos no mercado como ovos fortificados com ômega 3 e vitamina D.

A casca

Embora a cor do seu exterior não seja um fator determinante, há outra característica que pode causar mudanças: a espessura. Quanto mais fina for a camada protetora, mais fraco e poroso é o ovo.

A fragilidade da casca por si só não gera alterações, o problema é que elas têm maior possibilidade de quebrar durante o acondicionamento, transporte e comercialização, gerando risco para o desenvolvimento de bactérias.


⚠️ Atenção: este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.


Leia também


Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias: