logo
Comportamento e Relacionamento 05/06/2021

As doenças que você pode desenvolver por permanecer num relacionamento tóxico

Estudos mostram que o amor pode ser positivo para a saúde. Porém, num relacionamento tóxico, acontece o contrário

Por : Redação

Estudos mostram que o amor pode ser positivo para a saúde. Porém, num relacionamento tóxico, acontece o contrário: surgem consequências negativas.

Por isso, é importante identificar se estamos nesse tipo de relação. Dessa forma, podemos identificar e interromper a tempo aquelas situações que não são saudáveis nem ​​para a nossa mente, nem para o nosso organismo.

Saiba mais:


Leia também

Se você está gostando deste conteúdo, é provável que também se interesse pela mais recente publicação da NOVA MULHER:


Os sinais de um relacionamento tóxico

As relações tóxicas muitas vezes são identificadas porque o casal não chega a acordos justos em que ambos tenham benefícios em igual medida — pelo contrário, um costuma se aproveitar do outro de forma consciente ou inconsciente.

Dessa forma, existem muitos tipos de comportamentos tóxicos, e entre eles podemos encontrar:

  • Você se sente afastada da família e dos amigos: perde momentos que antes eram importantes para você.
  • Você não tem o mesmo desempenho no trabalho/nos estudos: você não cumpre mais suas tarefas da mesma forma.
  • Você deixa atividades de lado para ficar com o parceiro: parece que é preciso passar cada vez mais tempo com ele; porém, o resto das suas atividades são deixadas de lado.
  • Você sofre violência: ameaças, insultos ou ataques estão presentes no relacionamento.
  • Você abriu mão dos seus objetivos: o que sempre foi importante para você, você está deixando de lado e se concentra em melhorar o seu relacionamento.

A saúde do corpo

Além de todas as alterações no bem-estar mental que levam a transtornos como ansiedade, depressão e baixa autoestima, os relacionamentos tóxicos também afetam a nossa saúde física:

  • Aumento da pressão arterial: aumenta as chances de ter um ataque cardíaco, derrame, doença renal ou morte prematura.
  • Sistema imunológico deficiente: o estresse crônico fará com que suas defesas não funcionem de maneira ideal, o que o deixará mais sujeito a contrair vírus, bactérias e desenvolver doenças.
  • Colesterol alto: isso ocorre porque muitas pessoas em relacionamentos tóxicos negligenciam os seus hábitos alimentares, de modo que outras condições surgem, como colesterol alto.

⚠️ Atenção: este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar um tratamento.


Leia também


Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de jornalistas e redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias: