Saúde e Bem-estar

Anorexia: saiba mais sobre esse transtorno alimentar

A distorção da imagem corporal é um dos principais sintomas da anorexia, um transtorno alimentar caracterizado pela perda de peso autoinduzida devido à crença de parecer mais gordo do que o normal.

Celebridades como Lady Gaga, Angelina Jolie e Demi Lovato reconheceram ter passado por esse problema que, geralmente, predomina em adolescentes e mulheres jovens (entre 10 e 30 anos), mas que também pode ocorrer na população masculina, embora em menor grau.

Segundo a psiquiatra Paz Quinteros, as pessoas que desenvolvem esse transtorno “se percebem mais gordas do que a realidade e exageram na importância do peso na autoavaliação. Por isso, é muito frequente irem associados a problemas de saúde mental, como ansiedade e sintomas depressivos”.

Embora não haja uma causa específica, a especialista destaca que, como na maioria dos casos, pode haver vários fatores que influenciam no desencadeamento da doença.

“As teorias falam de fatores biológicos de grande peso, como a genética, que seria o principal fator que determina a vulnerabilidade para fazer um transtorno alimentar”, conta.

Ela acrescenta que há outros motivos como “o ideal de beleza que prevalece, especialmente no Ocidente” e o início de uma dieta hipocalórica.


Leia também

Se você está gostando deste conteúdo, é provável que também se interesse pela nossa publicação mais recente:

  1. Mulher é encontrada em área onde vivem apenas ursos

Os sintomas

As pessoas com o transtorno são caracterizadas por:

  1. Serem hiper controladoras em relação à ingestão de alimentos.
  2. Restringir e/ou diminuir o tamanho das porções ao comer.
  3. Pular as refeições, cortar os alimentos em pedaços pequenos e diminuir a ingestão.
  4. Pouco depois de comer vão ao banheiro, às vezes para vomitar.
  5. Elas tendem a se exercitar excessivamente, olham-se repetidamente no espelho e perguntam muito a quem está próximo sobre a sua aparência.
  6. Elas mentem repetidamente sobre o que comeram.
  7. Buscam na internet, com frequência, sites que falam sobre como emagrecer.
  8. Em geral, elas se irritam facilmente.
  9. Muitas vezes, mas nem sempre, a menstruação pode parar.

Tratamento e recomendações

O tratamento da anorexia varia de acordo com a condição clínica do paciente. É assim que a dra. Quinteros explicou que uma intervenção ambulatorial ou de internação pode ser realizada. 

É importante que o tratamento que o paciente com anorexia deve fazer tenha pelo menos um nutricionista, um psicólogo e um psiquiatra.

“A intervenção será determinada caso a caso, ela também terá uma alta relação com comorbidades ou diagnósticos associados. Uma boa porcentagem pode requerer terapia familiar, bem como terapia individual”, disse.


⚠️ Atenção: este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.


Leia também

  1. Mulher é encontrada em área onde vivem apenas ursos
  2. 2 filmes da Netflix que demonstram o perigo de um relacionamento tóxico
  3. Manchas na pele: acabe com o problema com esta máscara caseira de limão e óleo de coco

Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias:

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM