logo
Saúde e Bem-estar 07/09/2021

Amamentação: estes são os chás que as mamães devem evitar a todo custo!

Se você ama chás, precisa saber quais são os mais adequados para a amamentação

Por : Redação

Se você ama chás, precisa saber quais são os mais adequados para a amamentação.

É importante esclarecer que essas bebidas não fazem mal: algumas ajudam a produzir leite materno; outras podem alterar o sabor do leite e causar problemas no bebê, como diarreia e gases.

Saiba mais sobre o tema:

As bebidas proibidas durante a amamentação

As principais ervas que você deve evitar são as seguintes:

  • erva-cidreira
  • gingko biloba
  • hortelã
  • mil-folhas
  • orégano
  • salsa
  • sálvia

A maioria dos chás acima pode causar problemas gastrointestinais para mães e filhos, distúrbios do bebê, problemas de formação do fígado, bem como certas reações cutâneas e alergias.

As bebidas permitidas para as mamães

Deve-se considerar também que não se deve abusar desse tipo de bebida. Por isso, é recomendável tomar no máximo 3 vezes por semana:

Chá de camomila

A infusão de camomila é um clássico. É excelente como sedativo para acalmar os nervos e a ansiedade. Também promove a digestão, reduz as dores de cabeça e atua como diurético.

Chá de gengibre

O gengibre ajuda a combater distúrbios respiratórios, incluindo tosse. Você pode adicionar mel para aliviar a dor de garganta e os sintomas de gripe. Esta infusão, em baixas doses, não afeta o bebê.

Chá de tomilho

Esta planta possui propriedades benéficas para o sistema digestivo. Combate espasmos intestinais, problemas de flatulência, dores abdominais e promove a digestão.


⚠️ Atenção: este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.


Leia também


Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias: