logo
/ Regina Burton - Ace Models
Estilo de Vida 15/04/2021

A cor de cabelo que é a tendência deste outono para esconder os fios grisalhos

Este tom vai tirar alguns anos das suas costas e fazer você parecer mais moderna

Por : Redação

Há uma cor que passou a dominar a primavera e é perfeita para disfarçar os cabelos grisalhos e iluminar o rosto.

É a gray blending, uma balaiagem em tons de cinza que oferece um efeito uniforme nos cabelos, conseguindo uma harmonia entre o cinza e o branco.

Essa coloração traz uma dose de luz aos seus cabelos e os tons das mechas, mais grisalhos ou mais brancos, dependem do efeito que você deseja criar e de como deseja ficar.

A CEO da Laura Fariña Peluqueros, Laura Fariña, explica que é uma das cores de cabelo mais solicitadas para o outono.

“A técnica gray blending é uma das mais procuradas no nosso salão. Não só as pessoas que têm tendência para cabelos grisalhos buscam esse efeito, mas também muitos jovens buscam esse estilo nos cabelos.”

Como fazer o gray blending

Para conseguir este efeito, é importante que vá a um cabeleireiro e que façam um diagnóstico prévio do seu cabelo, para ver o estado e a cor, e decidir como o deve fazer.

Para mantê-lo, é preciso ir ao salão para retocar a cada dois ou três meses, para que fique brilhante, hidratado e bonito.

Experimente que o shampoo e tudo que você aplicar nos cabelos sejam naturais para preservar a cor e o efeito por mais tempo.

O melhor deste tom é que fica muito bem tanto no cabelo comprido como no curto, e vai dar-lhe uma imagem renovada, fresca e moderna que vai adorar.

Se tem 40 anos ou mais, deve ser encorajado a experimentar este efeito, pois irá demorar alguns anos e será a sensação.

Além disso, como disse a especialista, esse tom não só vai bem em mulheres de 40 anos ou mais que querem esconder os cabelos grisalhos, mas também em jovens que querem um look diferente.


Leia também


Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias: