Estilo de Vida

6 truques para deixar de pensar demais no mesmo assunto

Profissionais de saúde mental dão sugestões para reduzir a chamada “ruminação”

Você já esteve tão focada em algo que não consegue parar de pensar nisso, não importa o quanto tente?

“Nós separamos a situação para ver o que poderíamos ter feito de forma diferente ou tentamos analisar as minúcias do incidente para descobrir o que tudo isso significa”, afirma a psicóloga Kathryn Gordon.

Isso é ruminação, e praticamente todo mundo faz isso às vezes. Ruminação foi definida como “um método de lidar com o humor negativo que envolve atenção autocentrada” e “foco repetitivo e passivo nas emoções negativas”.

Por isso, Gordon compartilhou no portal Psychology Today (em inglês) algumas abordagens recomendadas por especialistas para lidar com isso.

Reconheça que ruminar é diferente de planejar ou resolver problemas

A resolução de problemas e o planejamento são estratégias ativas de enfrentamento, enquanto a ruminação envolve repensar as situações, analisá-las e reproduzi-las sem formar um plano de ação ou sentir um senso de resolução.

Pesquisa sugere que a distração pode ajudar

Como a atração da ruminação pode ser forte, a especialista sugere especificamente a seleção de atividades que sejam altamente envolventes e positivas, de modo que elas efetivamente desviem sua atenção do pensamento excessivo.

Pare de lutar com seus pensamentos

Isso pode parecer contra-intuitivo, mas a  terapia de aceitação e compromisso sugere que os esforços para interromper certos pensamentos podem ter um efeito paradoxal.

Desafie os padrões perfeccionistas com técnicas de terapia cognitivo-comportamental

Você está julgando seu comportamento em relação a uma visão irreal de como uma pessoa agiria idealmente em uma situação? Você está excessivamente focado em quaisquer pequenos erros ou aspectos negativos enquanto desconta os aspectos positivos? Uma estratégia que pode ajudar é pensar no que você diria a um amigo que se sente assim.

Converse com alguém sobre o problema e obtenha uma nova perspectiva

Apenas tome cuidado com a  co-ruminação (“discutir e revisitar amplamente os problemas, especular sobre os problemas e focar nos sentimentos negativos”), o que pode exacerbar o problema.

Crie emoções positivas

Pode parecer que isso é particularmente difícil de fazer quando está preso em um ciclo de ruminação. No entanto, se você conseguir encontrar uma maneira de adicionar algumas emoções positivas (ler ou assistir algo engraçado, ouvir uma música animada). Mesmo que brevemente, isso pode ajudá-la a olhar para o seu problema de uma maneira diferente ou mais alegre.


⚠️ Atenção: este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.


Leia também

  1. ‘Young Royals’, série da Netflix, é renovada para a 2ª temporada
  2. O shake que Jennifer Aniston toma para ter uma pele incrível
  3. Mulher é encontrada em área onde vivem apenas ursos

Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias:


Leia também

  1. ‘Young Royals’, série da Netflix, é renovada para a 2ª temporada
  2. O shake que Jennifer Aniston toma para ter uma pele incrível
  3. Mulher é encontrada em área onde vivem apenas ursos

Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias:

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM