logo
Saúde e Bem-estar 13/05/2021

5 alimentos que ajudam a queimar a gordura localizada

Incorpore estes ingredientes nos seus preparos e você verá as diferenças!

Por : Redação

Não é mentira o que dizem os gurus do mundo do fitness: a “barriga chapada” começa na cozinha. Porque, sim, a silhueta invejável depende da dieta e de uma rotina de exercícios focada em abdominais.


Leia também

Se você está gostando deste conteúdo, é provável que também se interesse pela nossa publicação mais recente:


Alimentos para ter uma “barriga chapada”

Ovos

Pessoas saudáveis ​​consomem ovos, já que eles são uma grande fonte de proteínas, com alto valor mineral e vitamínico.

Na verdade, especialistas afirmam que quase todos os nutrientes de que o corpo necessita podem ser encontrados nos ovos, além de terem apenas cerca de 80 calorias por porção — mas é preciso cozinhá-los de forma saudável para que não lhe façam mal.

Vegetais verdes

Não podem faltar opções como alface, repolho, espinafre, porque eles limpam o corpo, melhoram a digestão e ajudam a combater a inflamação que te faz parecer inchada.

Aveia

Não é à toa que é considerado um dos superalimentos preferidos por quem tem um estilo de vida saudável: ajuda a perder peso, controla o açúcar no sangue, é rica em antioxidantes, fornece energia, promove a digestão e é um carboidrato leve. Da mesma forma, ajuda a ficar satisfeita por mais tempo, eliminando a ansiedade e a vontade de petiscar.

Nozes

E avelã, amêndoa ou amendoim não podem faltar, porque fornecem fibras e gorduras boas que ajudam a construir os músculos que foram trabalhados com o exercício. Mas têm muitas calorias. Por isso, tome cuidado.

Abacate

Outro tipo de gordura saudável que devemos ter em nossa vida é o abacate, pois, além de seus grandes benefícios para o coração, controla o colesterol e regula a glicemia. Também sacia e previne a constipação.


⚠️ Atenção: este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.


Leia também


Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias: