Saúde e Bem-estar

3 chás indicados para acalmar as cólicas menstruais

Diminua os efeitos da menstruação com essas infusões naturais

Com a chegada do período menstrual, muitas mulheres experimentam cólicas e desconfortos — os quais você pode aliviar consumindo chás quentes, pois eles estimulam o fluxo sanguíneo e ajudam a relaxar os músculos.

Gengibre

Ajuda a aliviar a dor, além de reduzir a fadiga e a inflamação.

O chá

Em uma xícara de água fervente, adicione 2 colheres (sopa) de gengibre cortado em fatias. Deixe em infusão por 15 minutos.


Leia também

Se você está gostando deste conteúdo, é provável que também se interesse pela nossa publicação mais recente:

  1. 2 filmes da Netflix que demonstram o perigo de um relacionamento tóxico

Canela

É um excelente anti-inflamatório.

O chá

Adicione um raminho a uma xícara de água fervente e deixe em infusão por 5 minutos. Você se sentirá menos inchada e com menos dor.

Orégano

Reduz a dor e a inflamação.

O chá

Adicione 1 colher (chá) a uma xícara de água fervente e deixe em infusão por 5 minutos.


⚠️ Atenção: este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.


Leia também

  1. 2 filmes da Netflix que demonstram o perigo de um relacionamento tóxico
  2. Manchas na pele: acabe com o problema com esta máscara caseira de limão e óleo de coco
  3. ‘Virgin River’: Netflix renova série de sucesso; programa terá 4ª e 5ª temporadas

Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias:

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM