Estilo de Vida

Influenciador celebra o velório de seu melhor amigo com uma grande festa

Victoria Volkova dividiu opiniões nas redes sociais

Viral

Quando perdemos alguém que apreciamos, é difícil pensar positivamente e ver o mundo com alegria, e parece que não há palavras de encorajamento que possam nos fazer sentir melhor. Embora seja importante - e uma reação natural - chorar a perda de um ente querido, não devemos nos perder em nossa dor, como a influenciadora Victoria Volkova deixou claro.

A influencer compartilhou em suas redes sociais que, após a morte de seu melhor amigo, decidiu transformar seu velório em uma festa, já que ele era DJ.

No texto escrito pela influenciadora sobre um vídeo em que mostra a festa em homenagem ao seu amigo, lê-se: ‘quando seu melhor amigo, que era DJ, faleceu e te deixou com todas as suas amigas festeiras’’.

A publicação dividiu opiniões entre aqueles que aplaudiram a comemoração e aqueles que consideram que é algo “de mau gosto”, já que é um momento que deveria ser “solene”, não adequado para o TikTok.

“Eu sempre pensei que é assim que se deve despedir de alguém que era alegre, nada de chorar, temos que fazer uma festança para eles”; “sinto muito, minha querida, mas agora ele está animando a festa no céu!! Wuuu, vamos lá, Manzano”; “Hahaha, é um episódio de Black Mirror em que até com a morte de alguém eles fazem conteúdo”; “seu amigo morre e a primeira coisa que ela faz é procurar chamar a atenção para ganhar curtidas”; “é assim que se deve despedir de um amigo, com tudo o que ele amava e com tudo o que o tornava único”, lê-se.

Viral

O amigo que Victoria Volkova se despediu celebrando era o DJ e produtor musical Francisco Manzanzo, que no domingo, 4 de fevereiro de 2024, perdeu a vida de forma surpreendente.

Manzano era artisticamente conhecido como Priest e também fazia parte da dupla Thesexshopboys. Com seu talento, ele se tornou uma figura importante na música eletrônica na América Latina e teve a honra de participar do suporte à turnê mundial do Renaissance World Tour de Beyoncé em Dallas (EUA), um evento que marcou sua carreira.

Embora a causa da morte do DJ não seja conhecida, os fãs teorizaram que ele poderia ter sido vítima de alguma doença terminal, já que dias antes seus amigos e familiares pediram apoio financeiro para cobrir seus gastos médicos.

Celebrar a vida para curar

Viral

Nos últimos anos, tornou-se uma tendência celebrar tudo o que culturalmente tem sido considerado como ‘uma triste perda’, como um divórcio, a morte de um ente querido ou até mesmo uma ruptura profissional. Se algo nos ensinam aqueles que fazem festas para encerrar um capítulo, é que quando celebramos a vida, aprendemos a recordar o vivido com carinho.

Sim, a morte de alguém que amamos sempre vai doer profundamente e, enquanto cada pessoa vive seu próprio processo, concentrar-se na influência positiva que essa pessoa teve em sua vida e na dos outros pode ser um grande passo para a cura. Não se trata de negar ou reprimir a tristeza, mas isso ajudará a mudar sua perspectiva.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM