Comportamento e Relacionamento

‘Meu corpo, meu direito’: mulher decide fazer tatuagem mesmo com a desaprovação do marido

Ela recebeu diversas mensagens de apoio na web.

rep

Uma mulher, de 39 anos de idade, compartilhou no Reddit que resolveu fazer uma tatuagem mesmo sem a aprovação do marido, de 39 anos. Assim que depositou seu relato, por meio do usuário u/Silent_Phrase_1008, recebeu diversas mensagens de apoio na web.

“Meu marido e eu somos casados e felizes e concordamos em quase tudo. Eu tenho tatuagens (quatro para ser exata) desde antes de nos casarmos. Descobri em algum momento do nosso relacionamento que ele não gosta muito de tatuagens (não tem nenhuma), mas também é gentil e não fala nada sobre as que estão ali”, iniciou o texto na rede social.

“Não acho que ele se importe com isso em outras pessoas, e até pensou em uma para si mesmo. Ele me acha mais atraente sem elas. Algumas vezes já quis fazer outra, mas não o fiz porque ele se sentia desconfortável. Agora eu quero fazer uma novamente (tatuagem no antebraço) e ele novamente preferiria que eu não fizesse”, continuou.

Recomendados

Se você está gostando deste texto, é provável que também se interesse por: “No flagra: mulher entrega sua irmã para a mãe após fazer descoberta intrigante: ‘Ela merecia saber’”

Decisão tomada e opinião na web

De acordo com a mulher, ela tentou chegar em um acordo para equilibrar as coisas. Já que seu marido gosta de cabelo comprido por ser mais “feminino”, ela pretende deixar crescer mais. No entanto, espera não abrir mão de suas novas tatuagens.

Estou lutando para equilibrar o ‘meu corpo, meu direito’ versus ‘compromisso no relacionamento’ (que eu realmente acredito em compromisso e ele faz sacrifícios por mim, então eu deveria fazer alguns por ele, certo?)”, finalizou o relato.

Após depositar seu texto, diversos internautas opinaram.

“Como você disse, é o seu corpo. Se ele não gosta, ele não precisa entender. E corte o cabelo se quiser. Ter cabelo comprido não significa que você seja feminina. Estamos em 2023, não em 1953″, escreveu um internauta.

“Eu sei que muitas pessoas chamarão seu marido de idiota. Mas ele não precisa gostar de suas tatuagens. Ele não está fazendo nada além de ter uma opinião. Ele não é um idiota por sua opinião. Também é certamente sua escolha fazer outra [tatuagem], se quiser, e você não é uma idiota por isso, mesmo que seu marido não seja fã deles”, escreveu outro.

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM