Comportamento e Relacionamento

Isso é muito Black Mirror: app promete que poderemos conversar com os mortos

Ele será desenvolvido com Inteligência Artificial e promete que poderemos conversar com os mortos. Você faria o download desse app no seu celular?

conversar com os mortos

A empresa norte-americana HereAfter AI está desenvolvendo uma aplicativo, com Inteligência Artificial, que permitirá conversar com os mortos. Com isso, amigos e familiares poderiam conversar com pessoas queridas que já partiram. Muito Black Mirror!

Mas como funcionará o app?

Então, basicamente, o app teria uma funcionalidade de preservação de memória no qual a pessoa deve subir áudios e fotos com momentos importantes da sua vida, como o primeiro amor, o momento mais feliz da sua vida, o momento mais triste etc.

A partir disso, o app gera uma narração virtual da pessoa, ou seja, a pessoa deixa suas memórias registradas para que futuramente, quando estiver partidos, pessoas queridas possam conversar com ela.

Segundo informações publicadas do portal Hypeness, a ideia de criar o app veio da experiencia pessoal do o criador do app, James Vlahos. Ele começou a desenvolver o app quando descobriu que seu pai quando estava com um câncer terminal.

“E se, em princípio, a ideia de preservar a memória dos que se foram é interessante e até tocante e pode ajudar durante o luto, para muita gente o HereAfter pode provocar justamente o contrário: artificializar, atrapalhar e dificultar o processo de perda, como uma barreira para se lidar com a ausência real da pessoa que se foi – criando uma espécie de “deep fake” de um parente ou amigo”, explica a publicação.

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de jornalistas e redatores.

Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM