Saúde e Bem-estar

Bem-estar: estes são os alimentos que você deve consumir para ser mais feliz no dia a dia

Você sabia que o hormônio da felicidade é produzido no intestino? Conheça os alimentos que vão fazer você se sentir melhor

estes são os alimentos que você deve consumir para ser mais feliz no dia a dia

A frase ‘nós somos o que comemos’ não poderia estar mais certa e o motivo disso é que alguns alimentos, embora não tenham a capacidade de eliminar o estresse, a ansiedade ou a depressão por si só, são capazes de elevar certos neurotransmissores que proporcionam calma e bem-estar no seu dia a dia.

O hormônio da felicidade é produzido no intestino

A serotonina, também chamada de hormônio da felicidade, é um neurotransmissor presente em todo o corpo que desempenha um papel fundamental no sistema nervoso e no humor. Tem a capacidade de controlar o estresse, aumentar a tolerância à dor, melhorar a qualidade do sono e reduzir a melancolia.

Como um fato digno de nota, 90% do hormônio da felicidade é encontrado no trato gastrointestinal, então, se você pensar bem, não é de surpreender que a maneira como você come e os ingredientes que você ingere tenham muito a ver com a estabilidade emocional.

Como e o que comer para aumentar a felicidade

Da mesma forma que uma alimentação equilibrada ajuda a manter uma certa ordem no nosso dia a dia, tanto física como fisiologicamente, a forma como o fazemos também desempenha um papel fundamental. Comer devagar, mastigar os alimentos corretamente e fazê-lo em um ambiente descontraído, sem distrações, pode melhorar a satisfação que sentimos com a comida e fazer com que a comida pareça melhor. Mas o que comer para aumentar o hormônio da felicidade?

L-Triptofano

Entre os nutrientes e ingredientes ativos que atuam como precursores da serotonina, destaca-se o L-Triptofano por ser um ativador natural desta hormona e da melatonina, pelo que também contribui para um descanso adequado. Nozes em sua versão natural, como pistache, grãos integrais como aveia, ovos ou frutas como banana e abacate podem ser uma opção correta na hora de incluir esse aminoácido essencial no seu dia a dia.

Zinco

Zinco e Vitaminas B1, B6 e B9 em sinergia estimulam a produção deste neurotransmissor e reforçam a formação de melatonina, responsável pela regulação dos ciclos de repouso. Alguns dos alimentos ricos nesses ingredientes são as leguminosas, que também são ricas em magnésio. Soja, feijão, grão de bico e lentilha são algumas das opções que podem ser incluídas na dieta.

Niacina ou Vitamina B3

A presença correta de niacina no corpo reduz a pressão arterial e melhora a função do sistema circulatório. Além disso, ajuda a prevenir a degradação do triptofano, que aumenta a concentração de serotonina. Essa vitamina tem grande presença em alimentos de origem animal como carnes magras e também em cereais como arroz integral, farelo e trigo.

Vitamina E e C

Seu alto poder antioxidante e propiciador de novo colágeno, melhora a aparência da pele, mas também auxilia na síntese de dopamina, outro neurotransmissor que regula o humor. Como o corpo não produz esse ingrediente ativo, podemos adicioná-lo através de frutas cítricas como laranja, kiwi, mamão ou alimentos como brócolis e tomate.

Nutricosméticos

Aumentar os níveis de certas vitaminas e ingredientes ativos diariamente nem sempre é uma tarefa fácil. Intolerâncias alimentares, falta de tempo ou outros motivos prementes podem impedir a inclusão desses alimentos, levando a uma deficiência nutricional. Nestes casos, os suplementos nutricosméticos são uma boa alternativa que ajudam a melhorar a dieta a nível nutricional, elevando de forma rápida e segura o nível de vitaminas e nutrientes.

Além disso, alguns nutricosméticos também podem ser uma maneira de melhorar o condicionamento físico. Isso acontece porque, normalmente, contêm agentes antienvelhecimento como colágeno e ácido hialurônico para repor os efeitos estéticos causados pela ansiedade ou estresse e devolver densidade, firmeza e luminosidade à pele.

· · ·

+ SAÚDE E BEM-ESTAR:

Intestino tem ligação direta com a saúde mental e especialistas explicam como isso acontece

Conheça o triptofano, o aminoácido da felicidade e saiba onde encontrá-lo no seu dia a dia

· · ·

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM