Saúde e Bem-estar

4 formas de diminuir a ansiedade

Escrever como você se sente pode ser um passo importante

Pessoa ansiosa

Lidar com a ansiedade não é fácil. Ela pode ser caracterizada de várias maneiras, como por exemplo, com preocupações excessivas, muita angústia, medo cotidiano, respiração acelerada e mais diversos outros sintomas. Não é agradável sentir-se dessa forma e por vezes, pode parecer impossível de controlá-los.

Existem algumas coisas que podem serem feitas para acabar com essas sensações, porém lembre-se que a ajuda de um profissional adequado também é indispensável caso sejam frequentes. Confira a seguir o que você pode fazer para diminuir a ansiedade, de acordo com o portal Quién.

1. Escreva sobre como se sente

Quando você escreve em algum lugar sobre como se sente, é mais fácil de entender as razões de sua ansiedade. Anotar fará com que você visualize as coisas com mais clareza, para assim, resolvê-las. Pode ajudar até na melhora do humor. Ficar com a mente mais preenchida será útil para retardar a progressão do ataque.

2. Não deixe para amanhã o que pode ser realizado hoje

Não realizar coisas novas com medo de dar errado, pode estar ligado a ansiedade. Como consequência, você adia por muitas vezes o que gostaria de fazer e acaba caindo na procrastinação.

Adiar realizações fazem com que a ansiedade ganhe espaço, pois é graças a esse adiamento que algo te gera estresse continuará presente. Por isso, acredite em você e assuma o controle de sua vida. Faça suas tarefas diárias e se porventura algo der errado, apenas tente de novo.

3. Realize a meditação da atenção plena

A meditação da atenção plena é muito comum atualmente. Ela pode ser muito útil no combate a ansiedade. Isso acontece devido a começar a prestar atenção no atual momento e colocando de lado as outras coisas, ajudando na distração de pensamentos intrusos e evitando padrões negativos.

4. Fale sobre sua ansiedade

Falar sobre seus sentimentos e saúde mental para outra pessoa pode ser assustador e até causar vergonha. Porém, isso precisa acabar. É muito importante comunicar seus pensamentos ruins com quem você ama e confia. Dar nomes a esses sentimentos pode te permitir ver a situação através de outra perspectiva e ajudar no combate.

· · ·

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM