Comportamento e Relacionamento

5 maneiras de se recuperar após uma traição

Perdoar a si mesmo também é um passo importante

Mulher triste

Lidar com uma traição não é uma tarefa fácil e se recuperar depois desse episódio pode ser ainda mais complicado. O impacto é diferente para cada pessoa e a forma de lidar também, principalmente por afetar áreas muito particulares, como mental, física e espiritual.

Ficar triste e não conseguir realizar coisas simples do dia a dia é muito comum. Conforme você compreende a somatória da situação, pode começar a perceber seu emocional estagnado e incapaz de pensar em seus passos seguintes. Por isso, aqui estão algumas dicas para conseguir se recuperar após uma traição, de acordo com o portal Psychology Today (texto em inglês):

1. Entenda que a traição é uma questão de confiança

Mesmo não sabendo quais circunstâncias levaram a traição, por trás de todas as lágrimas, está a confiança. Você confiou nesta pessoa para ter o melhor interesse no coração.

Quando descobre o contrário, te afetará em vários níveis, físicos e mentais. Por ter confiança envolvida, é normal ter seus pensamentos levados para outras situações em que sua confiança foi comprometida e reviver essas circunstâncias.

2. Perdoe-se

Quando acontece uma traição, é comum que a pessoa traída se sinta culpada por se envolver em tal situação ou por ter se aproximado da pessoa. Os pensamentos muitas vezes podem ser ‘Eu sabia que não deveria ter falado com esse indivíduo’ ou ‘Me avisaram para não me envolver com essa pessoa, mas fiz isso mesmo assim’.

Quando você vai contra seu melhor julgamento ou impede a “intuição” que teve, te faz sentir emocionalmente esgotado. Comece o processo de se perdoar. É uma das melhores formas de recuperação. E se não consegue fazer isso inteiramente, inicie liberando uma pequena parte por vez.

3. Procure orientação profissional

O corpo pode processar esse acontecimento, dependendo da gravidade e de como foi descoberto, como um episódio traumático. Caso isso ocorra, quer dizer que pode causar reações físicas, como por exemplo, tensão muscular, náuseas, dores de cabeça e até dificuldade em dormir.

Isso pode significar que o corpo está sob muita pressão e somente profissionais aptos vão ajudá-lo a gerenciar isto.

4. Veja a traição como uma perda real

Dependendo da complexidade da traição, pode parecer quase como uma morte. Obviamente, não é uma morte real, porém, pode ter elementos de perda.

Um exemplo: o fim de uma amizade pode parecer que seu mundo foi destruído. Sendo assim, é natural que o corpo e a mente comecem a passar por algumas fases de luto, pois algo se despedaçou.

Se não tiver mais o parceiro ao seu lado, poderá sentir até uma perda de identidade. São perdas e tratá-las como tal podem ajudar a lidar melhor com os sentimentos e emoções.

5. Aprenda a lição

O que resta de uma traição é a grande chance de um crescimento pessoal. E para que essa mudança dê início, se abra para as lições que ela pode te proporcionar. Deixe para trás os mecanismos de defesa, como a culpa, por exemplo. Isso te impedirá de aprender.

A lição pode ser confiar em seu instinto e não substituir as impressões iniciais. Porém, pode ser também a percepção de que existem boas pessoas no mundo para te apoiar, quando você perdeu tudo. Se optar pelo perdão, lembre-se sempre da lição.

A traição fará com que pareça que seu mundo esteja desabando. Todavia, a cura é possível e criar habilidades emocionais saudáveis vão te ajudar a planejar os próximos passos da melhor maneira.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM