Saúde e Bem-estar

Podemos fazer o teste de papanicolau durante uma menstruação?

Saiba porque isso não é tão recomendado assim

Vamos combinar que o teste de papanicolau não é exatamente o assunto nem uma coisa boa na nossa vida, não é mesmo? Além de ser estranho e incômodo, é necessário para verificar a saúde do colo do útero, retirando uma pequena amostra de células enviada para detectar qualquer alteração, sendo imprescindível para cuidar de um câncer de colo de útero.

Leia também:

Atletas desabafam sobre usar o uniforme de tênis durante o período menstrual

Todas as pessoas com colo de útero que estão entre os 25 e 64 anos precisam fazer um teste pelo menos a cada três anos, sendo o ideal uma vez por ano. Geralmente, você pode fazer um teste de papanicolau durante o seu período menstrual, mas não é o ideal já que é mais difícil ter uma amostra clara das células.

O ideal é agendar seu teste quando você não está menstruada, em um horário que funciona para você, não esquecendo de remover o absorvente ou o copo menstrual antes de comparecer.

O teste em si não deve ser doloroso, mas é claro que ele pode acabar sendo desconfortável. Se você sentir alguma dor, pode pedir para a enfermeira ou o médico usarem um dispositivo menor, além de ir alertando para deixar o momento menos desconfortável.

Eles não devem durar mais do que 15 minutos, sendo o teste em si durando apenas alguns minutos, mas você pode precisar de algum tempo a mais para tirar suas dúvidas. Caso você tenha sintomas incomuns ou algum sangramento, é melhor consultar um médico para ver se precisar fazer um exame maior ou não.

O papanicolau não diagnostica o câncer em si, mas você será informado durante a consulta, já que ele previne o câncer identificando o vírus do HPV de alto risco. Mas, nada melhor do que consultar seu médico e ter certeza do que está acontecendo com o seu corpo para buscar o melhor tratamento, não é mesmo?

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM