Sexualidade

Pesquisadores descobriram 3 técnicas para o prazer anal feminino depois de entrevistar milhares de mulheres

Concentrar-se em estratégias de sexo anal, em vez de tipos de penetração, pode empoderar as mulheres sexualmente

Pode ser hora de repensar sua estratégia de sexo anal, de acordo com um estudo inédito publicado em 29 de junho na revista Plos One (em inglês).

Pesquisadores da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, e da For Goodness Sake, uma empresa de pesquisa sexual, identificaram três técnicas – uma das quais não inclui penetração – para sexo anal prazeroso, depois de pesquisar e entrevistar milhares de mulheres.

Antes de conduzir o estudo, os pesquisadores notaram que a maioria das pesquisas sobre o prazer anal se concentrava nas partes do corpo que as pessoas inseriam no ânus de uma mulher, mas não nas técnicas usadas para criar sentimentos de prazer.

· · ·

Se você está gostando deste texto, é provável que também se interesse por:5 dicas para ativar a sexualidade

· · ·

Eles queriam descobrir se a estratégia de sexo anal era importante, então reuniram dados de pesquisas sobre sexo em todo o mundo, incluindo o estudo da OMGYES Pleasure (em inglês). Em última análise, eles coletaram resultados de 3.017 mulheres entre 18 e 93 anos e entrevistaram 1.000 dessas mulheres.

Como a maioria das mulheres citou técnicas de sexo anal que não envolviam penetração, as descobertas podem ajudar outras mulheres a se sentirem capacitadas a explorar suas preferências de prazer. Os resultados do estudo também mostraram que “novas técnicas de toque prazeroso podem ser descobertas em qualquer idade e podem encorajar as mulheres a continuar explorando seu prazer ao longo da vida”, escreveram os pesquisadores no artigo.

Técnicas de sexo anal que centenas de mulheres adoram incluem ‘superfície’ anal e ‘emparelhamento’

Os pesquisadores disseram que três técnicas principais de sexo anal ficaram aparentes em suas entrevistas com mulheres, então eles criaram termos para elas. Eles são:

  • Superfície anal, ou toque sexual ao redor, mas não no ânus. Quarenta por cento das mulheres no estudo acharam isso prazeroso;
  • Anal raso, ou toque apenas dentro da abertura anal, não mais profundo do que a ponta de um dedo ou junta. Trinta e cinco por cento das mulheres no estudo acharam isso prazeroso;
  • Emparelhamento anal, ou toque no ânus ou dentro dele ao mesmo tempo que penetração vaginal ou toque clitoriano. Quarenta por cento das mulheres no estudo acharam isso prazeroso.

Se você quiser experimentar sexo anal, vá devagar e use lubrificante

Para iniciantes em sexo anal, é importante facilitar a experiência.

Você deve começar com os dedos, plugs anal e dildos antes de tentar inserir um pênis. Como o ânus não é autolubrificante como a vagina, também é importante usar lubrificante. Mas tenha em mente que lubrificantes a base óleo e vaselinas podem danificar camisinhas e brinquedos sexuais. Prefira sempre os lubrificantes à base de água e silicone.

E como as infecções sexualmente transmissíveis podem ser passadas de parceiro para parceiro durante o sexo anal, a proteção como preservativos pode impedir a propagação de ISTs.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM