Estilo de Vida

Truques para melhorar sua memória no dia a dia

Essa é uma ferramenta indispensável na rotina

Quem lida com muita criatividade no trabalho sabe que ter uma memória boa às vezes é algo que nos salva muito, já que podemos pegar referências de vários lugares e guardar com a gente para o momento certo, não é mesmo? Mas, quem nunca se pegou em um momento onde nem lembrava da última coisa que fez? Por isso, existem algumas dicas que podem ajudar a ter uma memória melhor, e nós contamos todas elas aqui.

Leia também:

Truques para usar pasta de dente que você nem imaginava

1. Apesar de os podcasts e audiobooks estarem em alta, ler ainda é melhor para reter a memória, já que é menos provável que sua mente divague durante a prática, além de ser mais fácil reler partes que não entendemos de primeira.

2. Algumas pesquisas comprovam que, além da leitura, fazer a prática em um papel também é melhor para a memória do que fazer em um celular, tablet ou computador, já que nossa memória de conteúdos está ligada ao mundo físico, e temos um comportamento inconsciente para dar mais importância ao papel.

Segundo o especialista: “Há uma teoria que afirma que as pessoas abordam textos digitais com uma mentalidade adequada às mídias sociais casuais, dedicando menos esforço mental do que quando estão lendo textos impressos”, escreveu ela.

3. Se concentrar é extremamente necessário, precisando de tempo e dedicação para isso, além de desligar as notificações do celular para absorver ainda mais o aprendizado, se desconectando de distrações.

4. Quanto mais você anotar, mais você vai lembrar, já que com a leitura digital acabamos perdendo isso, e nossa memória também recebe os efeitos negativos de tal uso. Se quiser continuar usando a leitura digital, existem várias ferramentas que ajudam a anotar e revisar tudo o que escrevemos.

Pronta para colocar em prática e melhorar ainda mais sua memória no dia a dia?

· · ·

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM