Saúde e Bem-estar

Não podem faltar na sua dieta: 3 alimentos riquíssimos em magnésio

O magnésio desempenha um papel central na saúde

O magnésio desempenha um papel central na saúde e em quase todos os processos corporais, desde a síntese de DNA até o metabolismo da insulina. “Baixos níveis desse mineral crucial foram ligados a uma lista inteira de condições crônicas, como Alzheimer, diabetes, problemas relacionados aos ossos e doenças cardíacas”, explica o portal Dr. Axe.

Assim, não é preciso dizer que nenhuma dieta nutritiva pode realmente ser completa sem algumas porções de alimentos ricos em magnésio. Então, quais são as melhores fontes de magnésio e como você pode garantir que ele esteja em quantidade suficiente em sua dieta?

1. Espinafre cozido

O espinafre cru é rico em muitos nutrientes importantes — mas, quando cozido, torna-se muito rico em magnésio: 157 miligramas de magnésio, ou 39% do valor diário (VD) em uma xícara. Por sorte, o espinafre funciona bem na maioria dos pratos. Adicione-o no final do tempo de cozimento do prato, pois ele cozinha em menos de 10 minutos.

· · ·

Se você está gostando deste texto, é provável que também se interesse por:Cientistas afirmam que antioxidantes estão associados a menor risco de demência

· · ·

4. Sementes de girassol, secas

As sementes de girassol também são recheadas de magnésio: 150 miligramas por xícara, ou 37% do VD. Elas podem ser consumidas crus, assadas, torradas e praticamente de qualquer outra maneira.

5. Feijão preto

Considerado tanto um carboidrato quanto uma proteína, o feijão preto também é rico em fibras e uma boa fonte de magnésio: uma xícara fornece aproximadamente 120 miligramas (30% do VD). Muito denso em nutrientes, uma porção de feijão preto também contém mais de 20% do VD de folato, manganês, tiamina, fósforo e ferro.

· · ·

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM