Sexualidade

Esta é a idade em que as mulheres param de tolerar “sexo ruim”, segundo pesquisa

Você se lembra que idade você tinha quando parou de se contentar com experiências sexuais insatisfatórias?

Uma pesquisa realizada do fabricante de pílulas anticoncepcionais britânico ‘Hana’, aponta que mulheres começam a ser mais honestas e firmes em relação ao sexo em torno dos 21 anos de idade.

O estudo escutou cerca de 2.003 mulheres/aquelas que se identificam como mulheres entre 18 e 45 anos, que indicaram que a idade em que a maioria delas (28%), aprendeu a não tolerar sexo ruim aos 21.

· · ·

Se você está gostando deste texto, é provável que também se interesse por:7 verdades sobre sexo com piscianos

· · ·

Além disso, aos 22, as mulheres são mais assertivas sexualmente, com 39% das jovens dizendo que gostam mais de sexo por serem mais confiantes em si mesmos.

Mas o que acontece com as mulheres ao chegar aos 21 anos que pode explicar esse ponto de virada sexual em suas vidas?

Em uma entrevista ao jornal britânico Metro UK (em inglês), Kate Moyle, especialista em sexo de uma empresa do país, explica que “21 anos é a idade em que muitas pessoas estão passando de um estágio da vida para outro, especialmente porque muitos estão deixando a universidade para se mudar para o mundo do trabalho.”

“Com uma mudança no estágio da vida, potencialmente também vem uma mudança em termos de expectativas e crescimento em nosso senso do que é aceitável para nós ou não”, completa Kate.

Outra explicação, pode ser também em parte devido à mudança de atitudes em relação ao sexo e ao prazer ao longo do tempo.

“Vimos isso combinado com um momento em que a positividade e o bem-estar sexual estão se tornando parte da conversa convencional e onde qualquer pessoa pode ter acesso a informações que não estavam prontamente disponíveis ou discutidas antes. Especialmente com produtos e aplicativos de tecnologia sexual projetados especificamente para ajudar as pessoas a melhorar suas vidas sexuais e experimentar prazer, isso significa que as pessoas podem se sentir empoderadas para ter mais controle sobre suas vidas sexuais e fazer o sexo que desejam”, aponta a especialista.

Para quem quer deixar o sexo ruim no passado, a especialista em namoro da Match (aplicativo de relacionamentos), Hayley Quinn, diz que a capacidade de se comunicar ‘aberta e honestamente’, independentemente de você ter começado a namorar ou estar casado há 50 anos, é ‘absolutamente fundamental para construir e manter a intimidade.’

Ela acrescenta ainda que “uma boa intimidade física é algo que é cocriado. Em vez de as mulheres ‘suportarem’ sexo ruim, é bom para todos nós pensarmos em como podemos ser os iniciadores do sexo bom. Especialmente se você estiver procurando por um relacionamento longo, terá que desenvolver a capacidade de comunicar quais são suas preferências”.

Hayley alerta que nenhum de nós vem com um manual de instruções e em todas as áreas do relacionamento, é preciso comunicar o que funciona para você. Pode ser quanto tempo você gosta de passar juntos quando se sente pronto para dar o próximo passo, se está procurando compromisso ou não.

“Muitas vezes a intimidade diminui em um relacionamento porque as pessoas param de falar umas com as outras. Nós nos distraímos com as pressões da vida cotidiana - mas é tão importante que você dedique tempo para conversar com seu parceiro para um relacionamento saudável em geral, não apenas para evitar decepções no quarto”, ela completa.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM