Saúde e Bem-estar

Qual deveria ser minha frequência cardíaca? Especialistas respondem

Descubra qual deveria ser sua frequência cardíaca

Coração

A frequência cardíaca é um dos “sinais vitais”, isto é, um importante indicador de saúde do corpo humano. Basicamente, ele mede o número de vezes por minuto que o coração se contrai e relaxa.

“A frequência cardíaca de repouso refere-se à frequência cardíaca quando uma pessoa está relaxada”, explica o portal Medical News Today (link em inglês). A mesma fonte afirma que a frequência cardíaca pode ser uma referência útil para identificar uma série de problemas de saúde.

Frequência cardíaca normal em repouso

A frequência cardíaca mede quantas vezes o coração bate em 60 segundos. Ela é importante para verificar, por exemplo, se uma doença ou lesão enfraqueceu o coração — o que faz com que outros órgãos não recebam sangue suficiente para funcionar normalmente.

· · ·

Se você está gostando deste texto, é provável que também se interesse por: “”

· · ·

Os Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos (NIH) publicaram uma tabela (em inglês) de frequências cardíacas normais em repouso em diferentes idades:

  • Até 1 mês: 70 a 190
  • De 1 a 11 meses: 80 a 160
  • De 1 a 2 anos: 80 a 130
  • De 3 a 4 anos: 80 a 120
  • De 5 a 6 anos: 75 a 115
  • De 7 a 9 anos: 70 a 110
  • Mais de 10 anos: 60 a 100

O Medical News Today lembra que a frequência cardíaca em repouso pode variar dentro dessas faixas. “Ela aumentará em resposta a uma variedade de fatores, incluindo exercícios, temperatura corporal, gatilhos emocionais e posição do corpo”, diz.

· · ·

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM