Saúde e Bem-estar

Acne nas costas: o que causa e como tratar esse tipo de espinhas?

Saiba mais sobre a acne nas costas

Costas

A acne nas costas pode aparecer por vários motivos. A causa básica, segundo cientistas (em inglês), é quando óleos e detritos se misturam com células e bactérias da pele. Essa “combinação” entope os poros e leva às espinhas.

As causas da acne nas costas

Aqui estão algumas outras razões pelas quais você pode ter uma fuga nas costas:

  • Dieta: há evidências de que laticínios, açúcares refinados e alimentos com alto índice glicêmico (todos os links estão em inglês) estão associados a maiores taxas de acne.
  • Estresse: estudos (em inglês) mostram que o estresse pode contribuir para surtos de acne.
  • Genética: uma pesquisa (em inglês) mostra que a acne é “coisa de família”. Você pode ter maior chance de surtos se tiver um parente próximo que também tenha um histórico de acne.

· · ·

Se você está gostando deste texto, é provável que também se interesse por:3 remédios caseiros para fortalecer os cílios e ter um olhar sensual

· · ·

  • Hormônios: a acne hormonal é muito comum durante períodos de flutuações hormonais, como gravidez e menstruação.
  • Medicamentos: alguns remédios são conhecidos por desencadear acne.
  • Suor: todo o suor e os óleos secretados pelo corpo podem entupir os poros, especialmente se você estiver usando roupas apertadas.

Como tratar a acne nas costas

  • Limpadores: produtos de limpeza que contêm ácido salicílico ou peróxido de benzoíla podem reduzir as bactérias que causam a acne. Mas cuidado, pois eles podem ser agressivos para peles sensíveis.
  • Medicamentos: remédios orais podem ser prescritos para tratar a acne. O médico também pode sugerir uma medicação hormonal se a acne for causada por hormônios.
  • Tratamentos tópicos com prescrição: cremes e loções prescritos por um dermatologista têm uma maior concentração de ingredientes que podem combater a acne.

· · ·

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM