Saúde e Bem-estar

Saiba quais alimentos podem ajudar e quais podem atrapalhar a sua saúde mental

Alguns alimentos podem ser grandes aliados da nossa saúde mental, enquanto outros podem ser verdadeiros vilões

A nossa alimentação está diretamente ligada à nossa saúde, mas quando dizemos isso não estamos nos referindo apenas à nossa saúde física, mas ao nosso humor e saúde mental também.

Os nossos hábitos alimentares interferem diretamente no estresse, ansiedade, problemas relacionados ao sono, irritação e na performance cognitiva. Por isso, é importante que você mantenha uma dieta que inclua alguns tipos de alimentos e uma rotina de exercícios físicos e tente evitar alguns alimentos que podem ser considerados “vilões” da nossa saúde mental.

Leia mais: Nutricionista de Harvard compartilha os 6 melhores alimentos para o cérebro

Os mocinhos

Cacau: alimento que possui componentes que favorecem a produção de serotonina (o hormônio precursor do bem-estar). Como consumir: adicionar o cacau puro em pó nas preparações; nibs de cacau; chocolate 70% cacau.

Chás calmantes: algumas ervas possuem propriedades calmantes e relaxantes e são ótimas para serem tomadas por volta das 18h00 (horário em que geralmente bate mais forte a ansiedade) e antes de dormir (para melhorar as noites de sono). Ervas: Camomila, passiflora, mulungu, melissa, hortelã, valeriana.

Frutas Cítricas: são ricas em antioxidantes que ajudam no combate ao estresse, que é um fator que leva a ansiedade. Alguns exemplos: laranja, abacaxi, limão, tangerina, kiwi, morango, framboesa, amora, acerola.

Banana: rica em triptofano , componente fundamental para produzir serotonina, a banana pode auxiliar no controle da ansiedade. Além disso, possui boas fontes de carboidratos e sabor adocicado, que pode ajudar a controlar o desejo por comidas doces.

Oleaginosas: possuem vitaminas do complexo B e magnésio que ajudam no bom funcionamento energético. Além disso são ricas em gorduras boas, que é um macronutriente capaz de promover maior sensação de saciedade e controle da fome. Alguns exemplos são: castanha de caju, castanha do Pará, amêndoas, nozes, macadâmia, pistache, avelã.

Leia mais: ‘Comida’ e ‘humor’ andam juntos. O que você come afeta sua saúde mental

Os vilões

Álcool: O álcool, além de aumentar o estresse oxidativo e interferir negativamente na qualidade do sono, ele também pode ser associado à fuga emocional, gerando vício no seu consumo.

Excesso de açúcar: O consumo do açúcar gera uma sensação de conforto momentâneo e que leva à intenção de repetir esse hábito, tornando uma atitude frequente e que tende à ter caráter emocional de recompensa.

Excesso de cafeína: Consumir muito café ou chás ricos em cafeína como chá verde, chá preto ou até mesmo chocolate, para alguém muito ansioso, pode acentuar os sintomas da ansiedade e piorar o quadro. Procure consumir com moderação esses alimentos, e consumir até as 15h-16h para não interferir na qualidade do sono.

⋅ ⋅ ⋅

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM