Saúde e Bem-estar

Quando as multitarefas são prejudiciais?

Que a tecnologia deixou nossas vidas mais fáceis e convenientes, todas sabemos. Mas, ao mesmo tempo, ela pode estar tirando nosso tempo, já que as nossas horas de lazer ou de descanso são interrompidas com cada notificação que chega, fazendo com que fiquemos disponíveis e ligados 24 horas por dia.

Mesmo pensando que depois do expediente temos a noite e os fins de semana livres, quem nunca se pegou respondendo e-mails de trabalho, marcando uma consulta enquanto passeia com o cachorro, e por aí vai? Confitar o tempo, ou fazer diversas tarefas ao mesmo tempo, pode ser prejudicial a nossa saúde.

E isso é prejudicial porque, por mais que para a maioria de nós seja “normal” nos dividir para fazer várias coisas ao mesmo tempo, acabamos não fazendo nada no fim das contas, já que não estamos presentes 100% naquele momento, e isso afeta nosso bem-estar já que deixa nossa mente sem lugar, gerando um fluxo de estresse só pensando no que era e no que poderia ser, mas nunca no presente.

Recomendados

É claro que devemos ser produtivos em alguns momentos da vida, mas, essa cultura da agitação e de que devemos estar conectados todo o tempo, nos faz sentir incapazes de alcançar as coisas o suficiente, e devemos lembrar que não somos máquinas, e que precisamos sim ter prioridades para fazer uma coisa de cada vez, para que assim nosso bem estar não seja (mais) afetado.

Para mudar essa questão nas nossas vidas, devemos conseguir fazer as coisas com calma e com tempo, trazendo um tempo livre real para nós. Podemos começar com uma lista de quanto gastamos desse tempo livre, depois uma lista com o que gostaríamos de fazer naquele momento, e uma comparação para ver se estamos realmente fazendo o que queremos ou não. Se necessário, podemos desligar o celular para que fiquemos realmente conectados no presente, sem interrupções.

⋅ ⋅ ⋅

Leia mais textos da NOVA MULHER

Os signos que ficam em alerta com a entrada do Sol em Aquário

Você tem dificuldade para falar sobre dinheiro? Veja algumas dicas aqui

Nunca é tarde: aos 70 anos, mulher realiza o sonho de se casar

Morre André Leon Talley, primeiro jornalista negro com grande influência na moda

⋅ ⋅ ⋅

Aviso

Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM