Comportamento e Relacionamento

Bloquear uma pessoa: imaturidade ou paz de espírito?

Às vezes vale mais a pena ‘desaparecer’ do que insistir numa relação que não faz bem

O assunto pode ser polêmico, pois não basta ignorar certos comentários. Porém, no fim das contas, é você quem deve avaliar e decidir o que fazer: lutar pela relação ou simplesmente bloquear a outra pessoa.

O portal Nueva Mujer (em espanhol) compartilhou alguns motivos pelos quais você tem o direito de bloquear alguém nas redes sociais sem se sentir culpada:

Cuidar da sua mente

Frequentemente, somos informados de que devemos cuidar de nós mesmos mentalmente, mas muitas vezes somos julgados porque o bloqueio pode indicar falta de trabalho pessoal. A verdade é que, ao terminar um relacionamento do tipo amigo, familiar ou de casal, é importante refletir se ele vai melhorar ou se é melhor parar de tentar.

Priorizar a sua vida

Se você não se sente mais à vontade com essa pessoa, é melhor encerrar o laço e abrir o seu novo caminho sem amarras. Agradeça o que eles ofereceram e diga “adeus” para que você possa seguir em frente.

Parar de depender do outro

Se a pessoa bloqueada é o seu ex-namorado, você deve saber que a sua felicidade não depende mais dele. Se ele te machucou ou se já tem uma nova parceira, é melhor não ficar vendo as suas novas publicações.

Evitar o assédio

Nunca faltam conhecidos que, sem a menor noção, comentam coisas negativas nas suas publicações. Acabe de uma vez por todas com esse tipo de situação hostil ou desrespeitosa — afinal, qual é a necessidade disso? ◼

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM