Sexualidade

Bem-estar sexual: nova tendência do prazer e autocuidado

O conceito considera diversos fatores para se alcançar o prazer, não apenas o sexual

O bem-estar sexual não se resume apenas ao ato sexual ou necessariamente depende de um outro alguém. A sexualidade está ligada às necessidades básicas do ser humano, ao desejo, à intimidade, ao autoamor e ao amor ao próximo. Portanto, o bem-estar sexual é a capacidade de explorar livremente essa área da vida, sem culpa, preconceitos, com segurança e prazer.

A sexualidade e o prazer feminino foram ignorados por muitos anos, colocando as mulheres como mera reprodutoras e desconsiderando totalmente seus desejos, fetiches, vontades. O bem-estar sexual, além de ser um conceito para o autoconhecimento, é também uma maneira de autocuidado e saúde emocional e física.

Sim. O orgasmo libera endorfina em nosso corpo, o hormônio da felicidade, que é importante para o humor, o sistema imunológico e é responsável pela liberação de substâncias importantes para o bom funcionamento do organismo.

No Brasil, já são mais de 2 bilhões de reais de vendas de produtos eróticos só em 2020, de acordo com a Associação Brasileira das Empresas do Mercado Erótico e Sensual. O mercado está crescendo e olhando para as mulheres de maneira muito mais acolhedora e compreensiva e outro ponto positivo, é as mulheres são maioria nesse mercado, assumindo a liderança de empresas e startups voltadas para o bem-estar sexual.

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM