Saúde e Bem-estar

Você conhece a Agorafobia? Conheça mais sobre esse pânico que pode destruir vidas

E como isso só se intensificou com a pandemia

Mais do que ter medo de sair de casa, a agorafobia é uma condição que se desenvolve como resultado de um transtorno do pânico, traz uma fobia intensa e irracional de estar em situações que são difíceis de escapar, como por exemplo uma ajuda que não está disponível quando as coisas dão errado e que consequentemente, pode deixar quem sofre com essa condição com medo de sair de casa, para não ter que passar por tais problemas.

Na pandemia isso acabou se intensificando ainda mais, pois trabalhar e ficar em casa pode ser uma boa solução para quem tem a condição, mas na verdade os comportamentos de evitação para quem sofre de agorafobia só fazem a ansiedade aumentar e deixar os ataques de pânicos mais comuns, se tornando um ciclo vicioso.

Quais são os sintomas?

Entre os sintomas físicos, podemos considerar o batimento cardíaco acelerado, suor, tontura e dor no peito. Já entre os sintomas psicológicos estão o medo crescente de ter um ataque de pânico, uma sensação de que você está perdendo a sanidade ou o medo de passar vergonha. Com isso, desenvolvemos sintomas comportamentais como evitar sair de casa, evitar ir sozinha a lugares, especialmente os lotados ou que são de difícil escape.

Como tratar?

Uma terapia com abordagem combinada é o mais indicado, como as terapias cognitivo comportamentais, nos fazendo pensar positivamente sobre as coisas e criar mecanismos de enfrentamento, assim como a terapia de exposição para nos ajudar a criar confiança e diminuir o nível de ameaça. Em casos mais graves, vale consultar um médico para indicar o melhor medicamento a ser tomado.

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM